16.11.10

Receita para detonar com o nosso Brasil

1 – Pegue um punhado de petistas-esquerdistas-comunistas-socialistas.

2 – Aproprie-se de sindicatos, associações de bairros, universidades e entidades religiosas.

3 – Apóie grupos subversivos de invasores, detratores, delinquentes e milícias.

4 – Faça empresas e trabalhadores sustentarem um número cada vez maior de vagabundos, desempregados e incompetentes, através das chamadas “bolsas”.

5 – Abaixe o nível de ensino ao rés do chão, através de nomeações políticas e não meritórias.

6 – Crie táticas para lavagem cerebral dos mais fracos e desinformados.

7 – Dê suporte a criminosos para invadir, destruir e se apropriar de propriedades privadas e produtivas.

8 – Enfraqueça de tal forma as empresas instaladas no país que elas procurem outros países para se instalar.

9 – Aumente os impostos para enfraquecer e acabar com a chamada classe média.

10 – Taxe os estados mais ricos da federação de tal sorte que eles sustentarão os governantes do partido sem sobrar verbas para seus próprios investimentos.

11 – Utilize o dinheiro público em proveito do partido político e dos seus dirigentes, através de saques e roubos, intitulando-os de “Mensalão”, “Sangue-sugas”, “Quebra de sigilos”, “Caso Erenice”, “Filho do Lula”, “O Cara da Cueca” e outros nomes.

12 – Assassine os oponentes políticos que queiram denunciar abertamente as bandalheiras, falcatruas e desonestidades.

13 – Invente novas normas para censurar a imprensa e cercear a informação.

14 – Libere largas verbas para os veículos de comunicação, cooptando jornalistas, comentaristas políticos e apresentadores de tevê.

15 – Proíba os órgãos de imprensa de denunciar falcatruas e irregularidades, sob pena de cassar suas licenças de funcionamento.

16 – Invente nomes pomposos para obras que jamais sairão do papel – e quando saírem, proiba os Tribunais de Contas de divulgar superfaturamentos e irregularidades.

17 – Ignore a capacitação intelectual de escritores e artistas: premie-os por conveniência política, participação em claques de candidatos e puxa-saquismo, jamais por qualidade.

18 – Utilize a máquina do governo nas campanhas políticas sem respeito às leis eleitorais e ao judiciário.

19 – Suborne institutos de pesquisa para soltar informações equivocadas sobre as preferências eleitorais.

20 – Jamais permita que seus partidários respondam a processos ou sejam presos – por mais grave que tenham sido seus crimes.

21 – Crie o maior cabide de empregos da História do Brasil – nem que seja necessário inventar novos ministérios, secretarias, autarquias e departamentos.

22 – Utilize as receitas de estatais para sustentar o maior número possível de correligionários.

23 – Crie agências reguladoras para proteger os interesses das grandes corporações, jamais os dos consumidores.

24 – Enfraqueça os órgãos de defesa do consumidor.

25 – Plante notícias desabonadoras sobre adversários políticos e estados dirigidos por outros partidos.

25 – Crie conceitos de divisões sociais, chamando os adversários de “eles”, “elite exploradora”, “loiros de olhos azuis”, “moradores das zonas de conforto”, etc.

26 – Cultive a ideia da perseguição histórica dos negros, nomeie uma ministra da segregação racial e plante notícias constantes contra os brancos. Maltratando-os sempre que possível.

27 – Distribua vagas a estes "afro-descendentes" em escolas e universidades, sem requisitos de conhecimentos, cultura, competência e projetos de vida.

28 – Subsidie “ONGs” e entidades com verbas sem controle e sem destinação, apenas para apoiar e falar bem do governo e do partido.

29 – Crie um exército de censores da blogosfera com a única finalidade de plantar notícias favoráveis ao partido e detonar blogueiros e twiteiros.

30 – Minta, minta, minta sempre. Desvie o foco da realidade. Inverta as verdades. Torne suas mentiras as verdades do momento.

JEB

Nenhum comentário:

Postar um comentário