17.11.10

Pais e filhos adoráveis

Os pais dos filhinhos acusados de agredir quatro rapazes na avenida Paulista, na manhã do último domingo devem estar muito orgulhosos.
Afinal, um deles, de 17 anos, tem um histórico recheado de indisciplina nas escolas por onde passou: depois de estudar por sete anos no Dante Alighieri, o rapaz "foi convidado" a não se rematricular na escola, em 2009, devido a problemas disciplinares. Segundo o colégio, ele levou advertências verbais e por escrito e pelo menos seis suspensões durante o ano.
Aliás, o que seus pais fizeram a respeito? Devem ter sorrido, parabenizado e presenteado o filhinho com mais um game de computador, coitadinho!
Amigos do rapaz afirmam que ele foi matriculado no colégio Objetivo em 2009, de onde também foi expulso após atitudes "sem noção”, como fazer xixi na sala de aula (que suprema façanha, mamãe e papai), além de ter sido também acusado de agressão. Acabou sendo expulso do Objetivo após se envolver numa briga.
Provavelmente os pais passaram as mãos na sua cabeça e patrocinaram uma viagem para Disney...
Alguns colegas dizem que essa turminha tão bem criada já havia batido em um homossexual em uma festa.
E quem ouviu a advogada de um desse delinquentes, deve ter ficado estarrecido: "Eles não podem ir presos, afinal eles têm pais". Quer dizer que somente jovens sem pais ou produzidos "in vitro", podem ir presos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário