9.11.10

Arapongagem total, confirmada

O Ministro das Comunicações, terrorista Franklin Martins do PT, afirmou nesta segunda-feira, na apresentação do seminário internacional das comunicações eletrônicas e convergência de mídias que será realizada nesta terça e quarta-feira, em Brasília, que a imprensa já é fiscalizada pela blogosfera, que, às vezes, age de forma “selvagem”. “A era do aquário acabou. Estamos na era da rede”. Reinaldo Azevedo de Veja explica que “Aquário” é uma metáfora-metonímia para designar os respectivos comandos das redações. Antigamente, em alguns jornais, TVs e revistas, os chefes se reuniam numa sala com porta de vidro.
Bem, agora estamos tendo a confirmação oficial das denúncias feitas em meus artigos anteriores neste blog: não são apenas jornais, tevês e revistas que estão monitorados. Todos os blogs já estão arapongados.
Então, estou começando a entender: o último Prêmio Jabuti teve conotação política e não literária. Quem levou o primeiro lugar foi o Chico Buarque, mesmo tendo ficado em segundo lugar na categoria romance. O primeiro lugar ficara com Edney Silvestre, com “Se eu fechar os olhos agora”. O primeiro lugar da categoria perdeu para o segundo do seu próprio grupo. Lógico, Chico Buarque faz parte da claque de Dilma. Edney Silvestre não é da claque! Também a distinção de melhor livro de “Não-Ficção” obedeceu à ideologia: política: a agraciada foi a psicanalista e militante petista Maria Rita Kehl.
Agora vou além: inscrevi-me recentemente em concurso de contos da Funarte, do Ministério das Comunicações. Fui “cassado” já na própria inscrição do trabalho. Entre dezenas e dezenas de inscrições “deferidas”, havia um raro “indeferido”. Era minha inscrição. A qualidade dos meus contos nem chegou a ser colocada em questão. Os documentos de inscrição estavam perfeitos e atendiam a todos os requisitos. Apesar de vários telefonemas e e-mails enviados à Funarte, jamais recebi resposta sobre o motivo do indeferimento.
Meses antes, a Secretaria de Cultura de Londrina, cujo secretário é ligado ao PT, já indeferira um novo projeto, para a publicação do meu segundo livro de contos. O motivo não poderia ser falta de qualidade, pois meu primeiro livro foi publicado através da mesma Secretaria e largamente elogiado em Londrina. A própria Secretaria da Cultura o selecionou para inclusão em seleto kit que foi distribuído a faculdades e bibliotecas da região Sul.

Agora, Franklin Martins deixou os motivos muito claros: este blog “bahr-baridades” é crítico contundente do PT e das suas mazelas. Meu araponga, instalado bem no centro do Brasil, na localidade identificada pelo meu contador de acessos como “unknown”, vem monitorando ferozmente este blog, e com certeza incluiu meu nome na lista negra da tal “blogosfera”. Lista negra onde constam todos aqueles que não são amigos do rei. Ou melhor, da nova rainha.
Se eu estiver errado, que a Secretaria da Cultura de Londrina e o Ministério da Cultura, através da Funarte, me corrijam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário