30.11.10

Filmes pornográficos para a Terceira Idade



Pesquisa realizada em maio de 2010 pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 193 países mostra que o Japão e San Marino (pequeno país situado nas Montanhas Apeninas, na Europa) são os países com a maior expectativa de vida do mundo. Enquanto no Brasil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o percentual de idosos está em torno de 10% da população, no Japão esse percentual chega a 20%.

Além de possuir a maior expectativa de vida do mundo, 83 anos, e o maior percentual de idosos, o Japão também tem a maior indústria de... filmes pornográficos para a 3ª idade. O maior produtor de cinema pornô, Shigeo Tokuda tem 75 anos, e ingressou na indústria pornográfica aos 59 anos, depois de viver como funcionário de escritório. Os filmes com idosos conquistaram espaço no país nos últimos 10 anos, ocupando, hoje, entre 20% e 30% do mercado. Tokuda já produziu mais de 300 filmes até hoje.

29.11.10

Palestra na Academia de Letras de Ibiporã

Tive o prazer de, neste domingo, ter sido convidado para apresentar uma palestra na Academia de Letras de Ibiporã, município vizinho a Londrina, PR.

Falei do que gosto: um enfoque sobre a história da propaganda no Brasil.

O tema despertou grande interesse, visto que a cidade fica distante dos grandes centros da atividade publicitária e de certa forma o enfoque se mostrou uma novidade para a maioria dos presentes. Houve intensa participação com perguntas e comentários, o que muito me gratificou.

Afinal, trabalhei em publicidade desde 1957 até 2008 e, junto com a história da propaganda brasileira, tenho muitas histórias e experiências pessoais para partilhar.

Falar sobre propaganda é sempre um enorme prazer.

Lei do silêncio e o abuso dos ruídos

Artigo publicado na Seção “Ponto de Vista” do Jornal de Londrina, em 28/11/2020

A quantidade de cartas e comentários enviados pelos leitores do Jornal de Londrina a respeito do excesso de ruídos e da falta de respeito por parte de uma pequena parcela da população demonstra o quase desespero a que chegamos, principalmente pela omissão, falta de atendimento e pelo descumprimento da legislação por parte das autoridades responsáveis.

Alguns leitores se queixam de que pedidos de providências dirigidos aos órgãos responsáveis nunca foram atendidos, tendo os reclamantes sido encaminhados de um setor para outro, como em um jogo de empurra-empurra.

A lei do Silêncio é regulamentada pelo CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE – CONAMA. Dentro das suas atribuições consta o “Programa SILÊNCIO”, coordenado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA, com a participação de Ministérios do Poder Executivo, órgãos estaduais e municipais de meio ambiente, e demais entidades interessadas.

Parece que essa regulamentação, de 1981, ainda não chegou a Londrina. Provavelmente estão aguardando a colocação de trilhos para reativar alguma linha férrea que possa nos trazer esta informação. Ou quebrou-se o eixo da roda da carruagem que transportaria o malote.

A regulamentação enfoca a deterioração da qualidade de vida, causada pela poluição sonora, que está sendo continuamente agravada nos grandes centros urbanos; a emissão de ruídos, em decorrência de quaisquer atividades industriais, comerciais, sociais ou recreativas, inclusive as de propaganda política, “que deverão obedecer, no interesse da saúde, do sossego público, aos padrões, critérios e diretrizes estabelecidos nesta Resolução”; e a emissão de ruídos produzidos por veículos automotores e os produzidos no interior dos ambientes de trabalho, entre outros tópicos.

Curiosamente, não tomei conhecimento, não li e nem ouvi um único comentário emanado da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Londrina; de algum jurista; de algum representante de entidade civil; nem de algum dos envolvidos diretamente na solução do problema, que viesse em defesa ou demonstrasse solidariedade aos londrinenses.

Enquanto isso nós, moradores da cidade, principalmente na região da Madre Leônia próximo ao Muffato; da Av. Higienópolis, entre o Lago Igapó e a Madre Leônia; da área de lazer próxima à barragem; na vizinhança de obras; e ouvintes compulsórios de buzinaços, música caipira ao nível de centenas de decibéis, gritaria, disparos de alarmes de veículos, obras fora do horário permitido, foguetórios esparsos disparados pelas madrugadas à título de alguma festividade, inauguração, ou comemoração, vamos sendo induzidos à neurose, à surdez, à insônia, ao estresse e a súbitos impulsos explosivo-vingativos contra tais abusos – sentimentos que até há pouco tempo nem faziam parte da índole dos londrinenses.

Julio Ernesto Bahr

27.11.10

Quer dar uma voltinha de Mercedes?


Este Mercedes é do ano de 1886 - tecnologia alemã que funciona como um relógio suiço.

26.11.10

E o Rio de Janeiro continua indo...

... de mal a pior.

Às 23 horas de ontem (25/11), a Polícia Militar do Rio registrava 37 veículos incendiados somente neste dia em diversos pontos da cidade. No total, 80 veículos haviam sido queimados e 38 pessoas já tinham morrido desde domingo (21) quando as operações policiais no Rio de Janeiro foram iniciadas. O número de escolas e creches públicas fechadas no Rio nesta quinta-feira devido aos confrontos entre policiais e traficantes chegava a 180. Na rede municipal, o total de escolas fechadas no turno da tarde chegava a 159. Juntas, elas atendem 38.566 alunos. Já na rede estadual deixaram de funcionar 21 colégios.

Enquete recém-iniciada hoje pela Folha de São Paulo mostra que por conta da violência, 80% (3.646 votos) deixariam de viajar ao Rio por conta da violência, de um total de 4.563 votos (votos computados até as 7:00h da manhã)

E não é o PT de Dilma, Lula, Mercadante e Marta que vive detonando São Paulo?

Pois enquanto o Rio de Janeiro virou praça de guerra, em São Paulo toda a Av. Paulista será enfeitada, inclusive o parque Trianon e os prédios particulares, que estão sendo chamados a aderirem à festa, com decorações especiais.
Além disso, 2.000 enfeites em forma de cometa e 500 em formato de pinheiro serão montados em avenidas de todas regiões da cidade, além de 3.500 pontos com luzes piscantes. São 80 mil conjuntos de micro-lâmpadas, mini-strobos e refletores, 35 mil conjuntos com 100 micro-lâmpadas cada um, mais 5 mil de 200 micro-lâmpadas, 475 jogos com mini-strobos, 3.000 bolas com leds e 3.000 simuladores em led de neve caindo. A represa de Guarapiranga, o parque do Ibirapuera e o Vale do Anhangabaú terão árvores gigantes.

A justiça paulista trabalha a todo vapor na cidade: o promotor Maurício Lopes pediu à Justiça que o deputado eleito Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca, seja condenado a cinco anos de prisão por crime de de falsidade ideológica. Segundo o promotor, Tiririca entregou à Justiça Eleitoral declarações falsas sobre sua alfabetização e a propriedade de bens. A lei prevê que a punição no caso pode ir de um a cinco anos de prisão. Um parecer de uma fonoaudióloga do Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo que acompanhou a audiência na qual Tiririca foi submetido a um teste de ditado e leitura apontou que o humorista apresentou sérias dificuldades no teste e pode ser classificado como analfabeto funcional. "O leitor que lê apenas decifrando letras e não interpretando o que foi lido ou que escreve apenas reproduzindo palavras copiadas ou ditadas é o que chamamos de analfabeto funcional", afirma o parecer.

E o Cine Olido (centro de São Paulo) preparou cinco dias de muitas risadas. De sexta (26) a terça-feira (30), a mostra 'Rindo com Jerry Lewis' exibe sete filmes com o ator, produtor e roteirista norte-americano, considerado um dos maiores comediantes do cinema. Ingressos custam R$ 1.

E aí, Lula & Cia.? Ainda vão continuar detonando São Paulo?

25.11.10

Lula e o encontro com blogueiros

Por razões óbvias, o autor deste blog “bahr-baridades” NÃO foi convidado ao primeiro encontro de blogueiros com o presidente Lula no dia de ontem, 24/11.

Apenas dez blogueiros que podem ser chamados de "progressistas" participaram do encontro/entrevista, acertada com o Palácio do Planalto. Do grupo, apenas dois podiam ser considerados "neutros". Os outros são fervorosos defensores do governo e se alinharam com a candidatura Dilma Rousseff.

Nosso blog não é considerado “progressista” (no sentido político que pretendem dar à palavra), não defende o governo, sempre detestou Lula e jamais se alinhou com a candidata Dilma. Por isso, posso afirmar com muita convicção: não estou nem um bocadinho chateado por não ter sido convidado... eu tinha muita coisa melhor a fazer.

24.11.10

Um cesto de benefícios

Como se vê, a justiça brasileira é extremamente branda para quem infringe a lei. Pode-se dizer mesmo que criou um grande cesto de benefícios: segundo a juíza Roberta Barrouin Carvalho de Souza, da Vara de Execuções Penais do Rio, o ex-banqueiro Salvatore Alberto Cacciola já cumpriu um sexto da pena de 13 anos de prisão a que foi condenado em 2005 por crimes contra o sistema financeiro. Assim, obteve progressão para o regime semiaberto, ou seja, ele continuará preso, mas poderá sair para visitar periodicamente sua casa ou trabalhar fora do presídio.

Sempre é bom lembrar: o dono do extinto banco Marka já fugira do país em 2000, se refugiando na Itália, onde tem cidadania, e ficou de ressarcir aos cofres públicos R$ 2,987 bilhões. Quem não se lembra dele, sorridente e seguro de si, pilotando uma motoneta na Itália, entrevistado por um repórter da Globo? Acabou sendo preso e levado para o presídio de segurança máxima em Bangu, na zona oeste do Rio. Agora deverá passar a uma unidade de regime semiaberto.

"O benefício de progressão de regime, segundo previsto no artigo 112 da LEP [Lei de Execução Penal], envolve o preenchimento de dois requisitos, um objetivo e outro subjetivo. O objetivo diz respeito ao tempo de pena que o apenado deve cumprir até que faça jus à progressão de regime, no caso, 1/6 das penas unificadas”, decidiu a juíza. "O subjetivo é concernente ao comportamento carcerário demonstrado pelo apenado no presídio. Com efeito, da análise dos sobreditos cálculos e da ficha disciplinar, que ora determino seja acostada aos autos, verifica-se que ambos os requisitos acima descritos encontram-se preenchidos", acrescentou a juiza em sua decisão.

De sexto em sexto os criminosos enchem um cesto. Agora só falta a devolução dos R$2,987 bilhões. Moleza!

Foto: Folha/Imagem

Bye-bye, Rio de Janeiro

Tudo indica que o Brasil já pode dar adeus ao Rio de Janeiro como parte integrante da nação. O Rio está entregue nas mãos de narcotraficantes, bandidos, criminosos, assassinos, incendiários e deixou, há muito tempo, de ser controlado pelo Estado de Direito.

As autoridades surgem todo dia nas telinhas da tevê com um blá-blá-blá fantástico, tecendo loas à tal polícia pacificadora nas favelas (que eles insistem em chamar de comunidades) e, um dia após o Secretário da Segurança informar que vários morros já estão “pacificados”, eis que incendiários tocaram fogo em automóveis nas ruas. Para azar do Secretário, os únicos dois incendiários presos até aqui, eram originários de um tais dos morros “pacificados”.

Não satisfeitos em tocar fogo em automóveis, a bandidagem incendiou hoje vários ônibus, mostrando quem realmente manda no Rio de Janeiro.

Faça um tour com o Google Earth e navegue além das praias, pelos morros cariocas: você vai descobrir que a população que vive nas favelas é infinitamente maior do que a população que está espremida entre o mar e as montanhas. Qualquer pessoa mais lúcida há de convir que os péssimos administradores da cidade foram coniventes e são os culpados por essa situação irreversível, que passou de todos os limites do razoável.

É uma pena: minha lua-de-mel foi no no Rio de Janeiro, visitei várias e várias vezes a cidade, participei de jantares no Hotel Glória, ouvi jazz no barzinho do Hotel Nacional, morei no Hotel Debret, conheci todas as praias cariocas, passeei pelos bairros e locais turísticos, fui assistir o Moulin Rouge no Canecão – mas deixei de visitar o Rio de Janeiro há muito, muito tempo. Não quero tomar um tiro de “bala perdida”, sofrer um arrastão nas Vias Amarela ou Vermelha, nem ter meu carro incendiado.

Bye-bye, Rio de Janeiro: esse estado foi riscado do meu mapa do Brasil. Que tristeza!

Frrancês aluga prroprriedade

23.11.10

Advogado flagrado fumando crack


Quanto mais escarafuncham, mais podridão vai surgindo no caso do goleiro Bruno do Flamengo, que é suspeito de assassinar a namorada Elza Samúdio, mãe de filho seu.
Além das figuras esdrúxulas que foram surgindo no caso (Bolacha, Bola e outros, todos elementos de baixíssimo nível), agora veio a tona o envolvimento do advogado Ércio Quaresma – ele é viciado em crack.
O vídeo mostra o advogado em uma boca-de-fumo em Belo Horizonte, na companhia de uma viciada e do traficante que fornece a droga.
Provavelmente a tese que era defendida pelo advogado - de que Elza Samúdio continua viva - era simplesmente efeito das tragadas do crack. Pura miragem.
Quaresma (bem antes da próxima Páscoa) já foi destituído da função de defender o implicado goleiro e agora vai ser julgado pela OAB.

Copa do Mundo: uma grande mutreta

(clique na imagem para ampliar)

O site LANCENET! trouxe a público, após investigação séria, a grande armação feita através do Comité Organizador Local da Copa do Mundo de 2014 (no Brasi). Quem está implicado: Ricardo Teixeira, o presidente da CBF, é claro!

Segue a reprodução do texto:

Uma sociedade, dois sócios e a possibilidade de muitos lucros. Esse é o resumo da constituição do Comitê. Com exclusividade, o LANCENET! teve acesso ao contrato social da entidade que tem por responsáveis Ricardo Teixeira, em sua pessoa física, e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O documento traz um detalhe capaz de escandalizar os brasileiros: os lucros obtidos pelo comitê serão distribuídos de acordo com a conveniência de seus sócios, sem respeitar a proporção de participação que cabe a cada um no capital societário. Ricardo Teixeira pode ficar com 100% dos lucros do COL da Copa.

Pelo contrato registrado na Junta Comercial do Rio de Janeiro, Teixeira pode mandar e desmandar em todos os assuntos do comitê. Porque, além de ser sócio, o dirigente é o responsável por representar a CBF, por ocupar o posto de presidente da entidade.
E apesar de a divisão das cotas estabelecer 99,99% da participação societária para a CBF e 0,01% para Teixeira, a manobra estatutária que deu ao dirigente o poder de endereçar lucros para onde desejar foi registrada no parágrafo 1º, do Capítulo V do contrato social. Com este artifício, Teixeira pode até destinar 100% dos lucros para si ou investir em projetos sociais ou de interesse da CBF.
Um dos argumentos que servem para levantar suspeição sobre as intenções de Teixeira está no fato de que para organizar a candidatura brasileira para receber a Copa 2014, criou-se um comitê sem fins lucrativos. Mas, com a sede garantida, desprezou-se o primeiro modelo e constituiu-se uma sociedade limitada, com regras próprias para distribuição dos lucros a serem obtidos.

Os indícios de irregularidades no contrato social do comitê foram descritos no parecer do procurador regional da Junta Comercial do Rio de Janeiro, Gustavo Borba. Mas apesar das restrições, a constituição da companhia e seu estatuto foram aprovados pela assembleia da entidade. Além da divisão dos lucros, Borba destacou que outro ponto obscuro é o fato de o Estatuto da CBF não prever a participação da entidade em uma sociedade com fins lucrativos.

22.11.10

Lalau está bravinho!

No famoso e lamentável caso do ladrão Lalau (o juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto), Angela Moreno Pacheco de Rezende Lopes, juíza de Osasco (SP), declarou em sua sentença que "é incontroverso que o autor tornou-se ícone da corrupção no Brasil, o crime cometido por ele foi comprovado e assim foi condenado a 26 anos e meio de prisão, inicialmente em regime fechado, pelos crimes de peculato, estelionato e corrupção.”. Só para lembrar: o juiz desviou nada menos de R$170 milhões de reais do nosso dinheiro.
Pois não é que o Lalau está bravo e entrou com uma ação no Supremo, alegando que os apresentadores Carlos Massa ("Ratinho") e Hebe Camargo teriam lhe ofendido em 2000 chamando-o justamente... de “Lalau” e “ladrão”? Ora, pois!
Quem está muito bravo sou eu. As últimas informações nos dão conta de que esse ladrão de colarinho branco cumpre sua pena no “bem bom” em casa, na chamada prisão domiciliar, enquanto inúmeros pobres ladrões de galinha ficam confinados em celas superlotadas, revezando-se para dormir por falta de espaço, em meio à fedentina, agressões, falta de julgamento e sem direito a advogado.

Aliás, quando Lalau irá restituir os tais R$170 milhões, acrescidos de juros e correção, para mim, para você, para todos os brasileiros?
Caricatura: Nani

Detran-Paraná na Idade da Pedra

É quase inacreditável. O Detran do Paraná, um dos estados mais avançados do Brasil, ainda não oferece aos 'contribuintes-compulsórios' do estado a possibilidade de extrair guias nem quitar as taxas de licenciamento e do seguro obrigatório via internet. Quem não é correntista do Banco do Brasil precisa se deslocar para uma das suas agências ou ao próprio Detran, solicitar a guia de pagamento e lá efetuar o pagamento. Não há convênios com outras instituições bancárias. O Detran Paraná está absolutamente na contramão da história, pois hoje em dia dez entre dez pagamentos, taxas, e compromissos financeiros são pagos via computador, de casa ou do escritório, sem a necessidade de se locomover a um banco. Os jornais já publicaram inúmeras reclamações dos leitores a respeito, mas nenhuma providência que visasse facilitar a vida dos 'contribuintes-compulsórios' foi tomada até hoje.

Soluções simples

O SESI encontrou maneira, digamos, pouco ortodoxa para reduzir o crescimento populacional.

21.11.10

Jornal brasileiro nenhum publicou

Esta foto e a matéria não foram dados a público durante a campanha eleitoral (seria censura?). Alguns blogs brasileiros publicaram a matéria em setembro, extraída de um jornal americano com o seguinte texto original:

This is the often drunk Brazilian president making some goofy gestures and pissing in his own pants. (in the circle). The lady seating next to him is his candidate for this year election, she seems embarrassed. This is the man who wants to be the UN' secretary-general and broker nuclear agreement and other deals with Iran. And some complain about Obama.

Tradução: Este é o, frequentemente, embriagado Presidente do Brasil fazendo gestos galhofeiros, além de xixi nas calças (no círculo). A senhora ao seu lado é a sua candidata para a próxima eleição. Ela parece estar embaraçada. Este é o homem que quer ser Secretário Geral das Nações Unidas e o principal intermediário no acordo nuclear e outros com o Irã. E aqui ainda reclamam do Obama.

20.11.10

Primeira-dama

Quando os veículos de comunicação se referem a alguma ação da esposa do presidente, como na recente invasão do prédio onde ela mora em São Bernardo do Campo, chamam-na (por obrigação!) de primeira-dama. Aí eu olho para a mulher que ocupa momentaneamente esse posto, coço minha cabeça e vou procurar no dicionário o real significado da palavra Dama.

Dama [Do fr. dame.] - Mulher nobre; dona: dama do paço; mulher que se sobressai pela inteligência, brilho, competência, etc; rainha.

Aí eu olho para a foto da mulher que ocupa momentaneamente esse posto, vestida com roupas caipiras, com o tal tecido de sofá e com a camisa da seleção brasileira de futebol e fico com uma inveja danada dos franceses. Eles têm a verdadeira première-dame Carla Bruni Sarkozy. Já nóis...

Só lembrando o Mensalão


Parece já tão distante e esquecido. O Mensalão hoje em dia é levado apenas na brincadeira. Alguém foi preso? Alguém está respondendo a processos? Alguém devolveu dinheiro aos chamados cofres públicos? Ou o caso vai ficando por isso mesmo?

19.11.10

História de horror

Uma notícia macabra foi dada a público na Tailândia: em um templo de Bangkok foram encontrados cerca de 300 fetos (os policiais acreditam que possam chegar a 500), resultados de abortos ilegais.
Desde já uma enfermeira, de nome Lanchakorn Janthamanas, com 33 anos, está implicada nos crimes, segundo ela, perpetrados por vários e vários anos. Inicialmente ela auxiliava uma médica a proceder aos abortos em mulheres jovens, incluindo atrizes famosas. Algumas vezes os bebês sobreviviam aos abortos – o mais velho está hoje com nove anos. Com o tempo ela mesma foi aprendendo os procedimentos e os colocou em prática mediante pagamentos.
O Departamento de Saúde informou que cerca de um milhão de mulheres engravidam anualmente no país – e cerca de 150.000, geralmente adolescentes, procuram ajuda para abortar.
Imagem: bbs.espguitars.com

Zunga rima com tunga(*)

Em post mais abaixo, inseri a seguinte observação a respeito das tais agências reguladoras criadas ainda no governo FHC, mas que no governo Lula tiveram suas ações desvirtuadas: “Crie agências reguladoras para proteger os interesses das grandes corporações, jamais os dos consumidores”.
Leio nos jornais que a Justiça Federal determinou à Anatel o afastamento imediato do sindicalista José Zunga Alves de Lima do conselho consultivo da agência, que fora indicado ao cargo em março de 2008 pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de quem é amigo pessoal, como representante da "sociedade civil" - mesmo sendo funcionário da Oi.
Segundo a ação do Ministério Público Federal, houve irregularidade na nomeação de Zunga, uma vez que a agência tem como atribuição administrar conflitos de interesse entre empresas e usuários, tarefa que exige autonomia e independência em relação ao mercado.
Esta notícia comprova minha afirmação. Nós estamos sendo tungados pelas decisões das agências reguladoras, como foi recentemente a decisão da ANS (a agência reguladora da saúde no país) que autorizou um aumento superior a 11% nos planos de saúde dos contratos chamados antigos – um índice muito, muito superior à inflação no período.
(*) Bras. Enganar, iludir, lograr, burlar (dicionário Aurélio)

17.11.10

Pais e filhos adoráveis

Os pais dos filhinhos acusados de agredir quatro rapazes na avenida Paulista, na manhã do último domingo devem estar muito orgulhosos.
Afinal, um deles, de 17 anos, tem um histórico recheado de indisciplina nas escolas por onde passou: depois de estudar por sete anos no Dante Alighieri, o rapaz "foi convidado" a não se rematricular na escola, em 2009, devido a problemas disciplinares. Segundo o colégio, ele levou advertências verbais e por escrito e pelo menos seis suspensões durante o ano.
Aliás, o que seus pais fizeram a respeito? Devem ter sorrido, parabenizado e presenteado o filhinho com mais um game de computador, coitadinho!
Amigos do rapaz afirmam que ele foi matriculado no colégio Objetivo em 2009, de onde também foi expulso após atitudes "sem noção”, como fazer xixi na sala de aula (que suprema façanha, mamãe e papai), além de ter sido também acusado de agressão. Acabou sendo expulso do Objetivo após se envolver numa briga.
Provavelmente os pais passaram as mãos na sua cabeça e patrocinaram uma viagem para Disney...
Alguns colegas dizem que essa turminha tão bem criada já havia batido em um homossexual em uma festa.
E quem ouviu a advogada de um desse delinquentes, deve ter ficado estarrecido: "Eles não podem ir presos, afinal eles têm pais". Quer dizer que somente jovens sem pais ou produzidos "in vitro", podem ir presos?

Estraga-prazeres em festa infantil


Mentira e a Hipocrisia

Fahed Daher *

Mentir! Ah! Tanta mentira
na boca de tanta gente ,
mentindo, indecentemente,
acreditando que o fim
justifica ser assim,
mentirosamente
falso.

Mente o amante para a amada,
mente a amada para o amante,
mente em jogo o comerciante,
o ladrão e o policial
um a um mentira igual
procurando avidamente
dominar.

Muito mais o poderoso
mente descaradamente,
rindo da própria mentira
com o direito da ira
se alguém, valente, lhe atira
nas faces sua inverdade;
ele, por pura maldade,
sacrifica .

Mente o governo e a justiça
presidente ou senador
o ministro enganador
prefeito, governador,
dentro da maior folia
zombando na hipocrisia,
cada um à sua maneira,
pronunciando até besteira
para enganar o eleitor
e usufruir.

Ah! Nos templos,
se eram puros já não são.
A falsidade toma conta da verdade
na roupa sem humildade,
na expressão da vaidade,
na cura mistificada
na esmola recebida
como se fosse dar vida
à criança desvalida
mas não vai.

Ah! Mentira deslavada
se espalhando, mal cheirosa,
da política enganosa
que promete ser honesta
mas que vive sempre em festa
tripudiando na desgraça
da criança e da velhice,
na maldita canalhice
de zombar da fé, de Deus.

*Academia de Letras de Londrina
Academia Paranaense da Poesia.
Academia Centro Norte do Paraná
Academia José de Alencar
Sociedade Brasileira de Médicos Escritores
Academia Virtual S.E.P E. Coutinho

16.11.10

Receita para detonar com o nosso Brasil

1 – Pegue um punhado de petistas-esquerdistas-comunistas-socialistas.

2 – Aproprie-se de sindicatos, associações de bairros, universidades e entidades religiosas.

3 – Apóie grupos subversivos de invasores, detratores, delinquentes e milícias.

4 – Faça empresas e trabalhadores sustentarem um número cada vez maior de vagabundos, desempregados e incompetentes, através das chamadas “bolsas”.

5 – Abaixe o nível de ensino ao rés do chão, através de nomeações políticas e não meritórias.

6 – Crie táticas para lavagem cerebral dos mais fracos e desinformados.

7 – Dê suporte a criminosos para invadir, destruir e se apropriar de propriedades privadas e produtivas.

8 – Enfraqueça de tal forma as empresas instaladas no país que elas procurem outros países para se instalar.

9 – Aumente os impostos para enfraquecer e acabar com a chamada classe média.

10 – Taxe os estados mais ricos da federação de tal sorte que eles sustentarão os governantes do partido sem sobrar verbas para seus próprios investimentos.

11 – Utilize o dinheiro público em proveito do partido político e dos seus dirigentes, através de saques e roubos, intitulando-os de “Mensalão”, “Sangue-sugas”, “Quebra de sigilos”, “Caso Erenice”, “Filho do Lula”, “O Cara da Cueca” e outros nomes.

12 – Assassine os oponentes políticos que queiram denunciar abertamente as bandalheiras, falcatruas e desonestidades.

13 – Invente novas normas para censurar a imprensa e cercear a informação.

14 – Libere largas verbas para os veículos de comunicação, cooptando jornalistas, comentaristas políticos e apresentadores de tevê.

15 – Proíba os órgãos de imprensa de denunciar falcatruas e irregularidades, sob pena de cassar suas licenças de funcionamento.

16 – Invente nomes pomposos para obras que jamais sairão do papel – e quando saírem, proiba os Tribunais de Contas de divulgar superfaturamentos e irregularidades.

17 – Ignore a capacitação intelectual de escritores e artistas: premie-os por conveniência política, participação em claques de candidatos e puxa-saquismo, jamais por qualidade.

18 – Utilize a máquina do governo nas campanhas políticas sem respeito às leis eleitorais e ao judiciário.

19 – Suborne institutos de pesquisa para soltar informações equivocadas sobre as preferências eleitorais.

20 – Jamais permita que seus partidários respondam a processos ou sejam presos – por mais grave que tenham sido seus crimes.

21 – Crie o maior cabide de empregos da História do Brasil – nem que seja necessário inventar novos ministérios, secretarias, autarquias e departamentos.

22 – Utilize as receitas de estatais para sustentar o maior número possível de correligionários.

23 – Crie agências reguladoras para proteger os interesses das grandes corporações, jamais os dos consumidores.

24 – Enfraqueça os órgãos de defesa do consumidor.

25 – Plante notícias desabonadoras sobre adversários políticos e estados dirigidos por outros partidos.

25 – Crie conceitos de divisões sociais, chamando os adversários de “eles”, “elite exploradora”, “loiros de olhos azuis”, “moradores das zonas de conforto”, etc.

26 – Cultive a ideia da perseguição histórica dos negros, nomeie uma ministra da segregação racial e plante notícias constantes contra os brancos. Maltratando-os sempre que possível.

27 – Distribua vagas a estes "afro-descendentes" em escolas e universidades, sem requisitos de conhecimentos, cultura, competência e projetos de vida.

28 – Subsidie “ONGs” e entidades com verbas sem controle e sem destinação, apenas para apoiar e falar bem do governo e do partido.

29 – Crie um exército de censores da blogosfera com a única finalidade de plantar notícias favoráveis ao partido e detonar blogueiros e twiteiros.

30 – Minta, minta, minta sempre. Desvie o foco da realidade. Inverta as verdades. Torne suas mentiras as verdades do momento.

JEB

Produtos que valem ouro

Um exemplo: tinta de impressora, que custa R$13.575,00 por litro.

Uma HP DJ 3845 é vendida, nas principais lojas, por aproximadamente R$170,00. A reposição dos dois cartuchos (10 ml o preto e 8 ml o colorido), custa aproximadamente R$130,00. Um cartucho HP, com 10 ml de tinta, custa R$55,99 - o que representa R$5,59 por mililitro. (Só para comparação, a champanha Veuve Clicquot City Travelle custa, por mililitro, R$1,29).

A Lexmark vende um cartucho para a linha de impressoras X, o cartucho 26, com 5,5 ml de tinta colorida, por R$75,00. Fazendo as contas, o resultado será R$13.636,00 por litro.

Veja o custo do orégano no supermercado: R$663,33 por quilo (a embalagem de 3g custa R$1,99).

As indústrias utilizam esse procedimento para desorientar o consumidor, que perde totalmente a percepção real do valor que está pagando pelos produtos.

12.11.10

Let's dance?



A eterna Moonlight Serenade, aqui interpretada por Carly Simon e gravada em cruzeiro marítimo no Queen Elizabeth II.

11.11.10

Grandes empreendimentos são administráveis?

É de se estranhar que um empresário do porte de Sílvio Santos, self-made man, extremamente bem sucedido, dono de 44 empresas e de um patrimônio de 2,7 bilhões de reais (como informam os jornais), não tivesse conhecimento ou tenha sido ludibriado por executivos do próprio grupo, a ponto de subitamente surgir um rombo de R$2,5 bilhões nas suas contas, em especial no Banco Panamericano.

Tudo indica que este e outros casos contrariam todas as mirabolantes teses de palestrantes e entendidos em organização empresarial, que vivem apregoando o incessante crescimento das empresas como objetivo de sucesso na vida.

Eu me pergunto: o que aconteceu com aqueles grandes empreendimentos que aparentavam ser fortes grupos nas décadas passadas, como Cássio Muniz, Hermes Macedo, Mappin, Mesbla, Varig, Comind, TV Excelsior, Montepio da Família Militar, Gurgel Automóveis, Lojas Arapuã, Encol, além de Lehman Brothers, Delta Air Lines, Texaco (estas nos EUA), entre tantas outras?

Será que o velho ditado de “quanto mais alto, maior o tombo” continua valendo no Século XXI? Quais são as deficiências de controle das empresas? Será que o olho do dono é incapaz de enxergar e engordar simultaneamente tantas ninhadas? Existirão homens de confiança para preencher todos os cargos possíveis e imaginários nas grandes organizações? O que está errado nas grandes organizações?

Afinal, empresas pequenas e médias funcionam melhor do que os megaempreendimentos?

10.11.10

Kulula Airlines. Diversão ao voar



A Kulula Airlines é uma empresa sul-africana que oferece passagens a baixo custo e não se leva absolutamente a sério. Até a pintura dos seus aviões é divertida, como mostram as fotos.E seus funcionários fazem questão de descontrair os passageiros durante os vôos. Veja só:

Mensagem de um piloto da empresa ao dar as boas-vindas a bordo: “A Kulula Airlines tem o prazer de informar que nossa empresa conta com as melhores comissárias de voo do país. Mas, infelizmente, nenhuma delas está a bordo hoje".
-o-

Taxiando na chegada a Cape Town, o comissário de voo fala ao microfone: “Foi mesmo uma aterrisagem desastrosa e eu sei o que os senhores estão pensando. Estou aqui para informar que não foi culpa da aeronave, não foi culpa do piloto, não foi culpa do pessoal de bordo. Foi culpa do asfalto da pista”.

-o-

Outra aterrisagem desastrosa, em dia particularmente tempestuoso e com forte ventania. O comissário de bordo: “Senhores e Senhoras, bem-vindos à Cidade Mãe. Por favor, permaneçam em seus assentos com os cintos de segurança atados, enquanto o comandante vai taxiar o que restou do avião para a área de desembarque”.

-o-

E em outra ocasião: “Permaneçam sentados, enquanto o Comandante Canguru nos conduzirá saltando até o terminal."

-o-

Após alcançar altitude confortável. O comandante faz um anúncio no microfone: “Senhores e Senhoras, este é seu comandante falando. Bem-vindos ao vôo 293, sem escalas, de Durban a Cape Town. O tempo está ótimo, nosso vôo deverá ser tranquilo e sem incidentes. Agora recostem e relaxem... Oh! Meu Deus!” Segue-se um silêncio e, após vários minutos, volta a voz do comandante: “ Senhores e Senhoras, desculpem-me se assustei vocês agora há pouco. Enquanto eu falava, a comissária derramou acidentalmente uma xícara de café sobre mim. Vocês precisam ver como ficou a frente da minha calça!”. Logo em seguida, ouve-se a voz gritada de uma passageira: “Isso não é nada! Você precisa ver como ficou a traseira da minha!”

Tango & Circus

9.11.10

Votou na Dilma? Aguente!

Mensalidades escolares subirão de novo acima da inflação em 2011

Congresso quer aumentar o próprio salário e o de Dilma

PMDB pede 6 ministérios e quer indicar os nomes

Inflação oficial sobe 0,75% em outubro, aponta IBGE

Brasil do analfabetismo e das eleições

As imagens falam mais do que mil palavras. Basta comparar os dois mapas: o da esquerda mostra em vermelho escuro as regiões do Brasil onde a alfabetização é precária ou inexistente. O mapa da direita mostra que foram estas mesmas regiões que mais votaram no PT de Dilma e Lula.
Deduz-se que os mais despreparados se tornaram presas fáceis para a doutrinação petista.
Orgulhe-se da nossa democracia: o voto de um analfabeto, despreparado e desinformado vale tanto quanto o seu, leitor, que consegue ler os textos deste e de outros blogs.

Arapongagem total, confirmada

O Ministro das Comunicações, terrorista Franklin Martins do PT, afirmou nesta segunda-feira, na apresentação do seminário internacional das comunicações eletrônicas e convergência de mídias que será realizada nesta terça e quarta-feira, em Brasília, que a imprensa já é fiscalizada pela blogosfera, que, às vezes, age de forma “selvagem”. “A era do aquário acabou. Estamos na era da rede”. Reinaldo Azevedo de Veja explica que “Aquário” é uma metáfora-metonímia para designar os respectivos comandos das redações. Antigamente, em alguns jornais, TVs e revistas, os chefes se reuniam numa sala com porta de vidro.
Bem, agora estamos tendo a confirmação oficial das denúncias feitas em meus artigos anteriores neste blog: não são apenas jornais, tevês e revistas que estão monitorados. Todos os blogs já estão arapongados.
Então, estou começando a entender: o último Prêmio Jabuti teve conotação política e não literária. Quem levou o primeiro lugar foi o Chico Buarque, mesmo tendo ficado em segundo lugar na categoria romance. O primeiro lugar ficara com Edney Silvestre, com “Se eu fechar os olhos agora”. O primeiro lugar da categoria perdeu para o segundo do seu próprio grupo. Lógico, Chico Buarque faz parte da claque de Dilma. Edney Silvestre não é da claque! Também a distinção de melhor livro de “Não-Ficção” obedeceu à ideologia: política: a agraciada foi a psicanalista e militante petista Maria Rita Kehl.
Agora vou além: inscrevi-me recentemente em concurso de contos da Funarte, do Ministério das Comunicações. Fui “cassado” já na própria inscrição do trabalho. Entre dezenas e dezenas de inscrições “deferidas”, havia um raro “indeferido”. Era minha inscrição. A qualidade dos meus contos nem chegou a ser colocada em questão. Os documentos de inscrição estavam perfeitos e atendiam a todos os requisitos. Apesar de vários telefonemas e e-mails enviados à Funarte, jamais recebi resposta sobre o motivo do indeferimento.
Meses antes, a Secretaria de Cultura de Londrina, cujo secretário é ligado ao PT, já indeferira um novo projeto, para a publicação do meu segundo livro de contos. O motivo não poderia ser falta de qualidade, pois meu primeiro livro foi publicado através da mesma Secretaria e largamente elogiado em Londrina. A própria Secretaria da Cultura o selecionou para inclusão em seleto kit que foi distribuído a faculdades e bibliotecas da região Sul.

Agora, Franklin Martins deixou os motivos muito claros: este blog “bahr-baridades” é crítico contundente do PT e das suas mazelas. Meu araponga, instalado bem no centro do Brasil, na localidade identificada pelo meu contador de acessos como “unknown”, vem monitorando ferozmente este blog, e com certeza incluiu meu nome na lista negra da tal “blogosfera”. Lista negra onde constam todos aqueles que não são amigos do rei. Ou melhor, da nova rainha.
Se eu estiver errado, que a Secretaria da Cultura de Londrina e o Ministério da Cultura, através da Funarte, me corrijam.

8.11.10

Arte na ponta do lápis

Estas mini-esculturas são literalmente executadas nas pontas de lápis, na grafite e na madeira. O artista é Dalton Ghetti, brasileiro radicado nos EUA. Por serem tão miniaturizadas, o público recebe lentes de aumento ao visitar suas exposições, para poder apreciar os detalhes das esculturas. Essa é somente uma amostra.

Nordestinos

A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância de São Paulo instaurou um inquérito para investigar o cunho preconceituoso de mensagens contra nordestinos, publicadas no twitter pela estudante de direito Mayara Petruso, após a confirmação da vitória de Dilma Rousseff como presidente da República. Em uma delas, escreveu que “nordestino não é gente”, entre outras “ofensas” (as aspas são minhas).

Fico meio perdido na minha análise. Pois o site da ainda candidata Dilma publicou um título absolutamente explícito CONTRA os paulistas: “Zé Pedágio pensa que nordestinos são bestas como os paulistas” (o nome "Zé Pedágio" referia-se a José Serra, sempre de conformidade com o linguajar chulo e o baixo nível utilizado pelos petistas em toda a campanha) http://bahr-baridades.blogspot.com/2010/10/paulistas-recado-da-dilma-para-voces.html.

Eu, como paulistano, não gostei nadinha, mas nem por isso fui me queixar na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância – apesar de muito ofendido.

Não chegarei ao ponto de tentar ser “politicamente correto” e afirmar que não, não existe um sentimento antinordestino por parte dos paulistas. Não gostei nada, nada, quando elegeram a tal paraibana Luiza Erundina como prefeita – deu no desastre que deu. Eu vi. Eu estava lá. Também não gosto nada, nada, quando o nordestino Lula fala mal de São Paulo – justo ele, que chegou de pau-de-arara na capital paulista, lá arrumou emprego e se projetou nacionalmente graças aos paulistas – agora vem sistematicamente cuspindo no prato que lhe deu de comer.

O que existe de real nessa história de antinordestinidade é a necessidade de encarar os fatos atuais. Sugiro que leiam o livro “O Fim dos Empregos”, de autoria do norte-americano Jeremy Rifkin, publicado no Brasil em 1996 pela então Makron Books do Brasil, cujo tema era o declínio inevitável dos níveis dos empregos e a redução da força global de trabalho. Rifkin já projetava o crescente número de pessoas subempregadas ou sem trabalho em todo o mundo, devido à rápida e extraordinária revolução tecnológica, através de computadores sofisticados, robótica, telecomunicações, etc., que viriam substituir incontáveis funções dos seres humanos.

Os nordestinos que deságuam em São Paulo o fazem pela absoluta falta de trabalho e de condições nos seus estados de origem. Seja pela eterna seca, seja pela pobreza extrema, seja pelos parcos reais que recebem dos remanescentes “coronéis”, seja por ouvirem dizer que São Paulo é o eldorado prometido, a Terra Santa do enriquecimento. Pois quando chegam a São Paulo, esses nordestinos sem estudo, sem profissão definida, sem experiência, sem cultura, sem noções, farão parte do enorme contingente de desempregados e miseráveis que habitam a cidade, morando em sub-habitações, nas favelas, no entorno, na periferia, nos alagados, nos brejos, nas encostas de morros, restando desempregados e abandonados, corroborando in totum as previsões do escritor Jeremy Rifkin.

E, pior: esse enorme contingente humano totalmente desestruturado, que não para de crescer, gera incontáveis filhos com incontáveis mulheres, lota os hospitais e pronto-socorros e se constitui no grupo de maior criminalidade e de presos do estado, é o mesmo que reclama do prefeito, do governador, das escolas, dos hospitais e das instituições públicas, “exigindo” melhores condições de vida. Ou seja, exigem do estado de São Paulo tudo o que lhes foi negado nos estados de origem pelos governantes de lá e principalmente pelo governo federal, que jamais se esforçou em resolver definitivamente os problemas do Nordeste, a região mais pobre, mais insalubre, mais desnutrida, mais atrasada e menos escolarizada do Brasil.

Mayara Petruso, paulista, não é a única a desfiar suas queixas contra esses nordestinos.

Como escreveu Reinaldo de Azevedo no seu blog da Veja: “Nordestinos, mineiros, sulistas etc. escrevem coisas inaceitáveis sobre paulistas? O tempo inteiro! Uma simples pesquisa na rede vai revelá-lo. O ressentimento contra São Paulo é tão grande quanto escandalosamente injusto. Injusto, aliás, é o ressentimento contra qualquer região. Mas São Paulo está proibido de posar de vítima porque não pega bem. Afinal, o estado mais rico da federação — e fica parecendo que assim é porque roubou isso de alguém… — tem de aguentar calado as suas supostas culpas.”

Índios sabem fazer marketing

Representantes de uma tribo indígena da região de Londrina mostraram que também eles são entendidos em marketing e vendas. Participando junto com expositores de 35 países e de vários estados do Brasil na Feira de Artesanato que acontece na cidade, o grupo está expondo seus produtos espalhados pelo chão na área que lhes foi destinada pelos organizadores.
Para chamar compradores, um grupo composto de cinco índios dança e canta (aliás, muito bem) músicas indígenas pelas ruas internas do recinto da exposição – e assim que conseguem atrair um número maior de interessados, passam à fase prática: a venda do seu artesanato. Ao diminuir o número de interessados, eles reiniciam a apresentação – é como se fosse um comercial de tevê.
Parece que o sistema está funcionando bem: quando visitei a feira neste domingo, observei os índios fechando um bom número de vendas.
Índio não quer mais apito. Índio quer saber de marketing e vendas.

Brasil: assim, assim com o Zimbábue

Oitava maior economia do mundo, nosso Brasil empata com o Zimbábue na comparação da escolaridade média (7,2 anos) das pessoas com 25 anos ou mais.

A grande diferença é que o Zimbábue vive sob ditadura há 30 anos, sofre de extrema violência e sua economia é corroída por alta inflação. Além disso, está colocado em último lugar (169) de acordo com o levantamento do novo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) elaborado anualmente pela ONU. O Brasil está em 73º. E não adianta os nossos governantes chiarem, nem contestarem os critérios do IDH: a nossa educação vai mal mesmo, e podemos até dizer: de mal a pior.

Escolaridade, educação e o idioma português são assuntos recorrentes neste blog. É só ler grande parte dos comentários publicados nos blogs e em jornais, para constatar como a língua portuguesa vem sendo maltratada. E registre-se: as pessoas que lêem blogs, jornais e comentam as matérias, já são diferenciadas. Certamente não fazem parte daquelas que têm baixa escolaridade.

Em vez de ficarem contestando todo ano os índices do IDH, nossos governantes deveriam se empenhar em melhorar as condições de ensino, os salários e as capacitações dos professores e os nomearem pela meritocracia. O que tenho visto de despreparados e incompetentes nomeados por seu Q.I. (Quem Indicou) dando aulas, não consta em nenhum gibi. Nem em relatórios "oficiais".

6.11.10

Conto do vigário internacional

Milhares de pessoas em todo mundo estão recebendo e-mails como o reproduzido abaixo, aparentemente vertido para o português (no caso do Brasil) pelo tradutor automático da internet. Leia o texto e também a resposta que enviei ao vigarista:

Bom dia meu amigo.

Eu sou o Sr. Hazim Issa a Bill and Exchange Commission Manager na remessa dos Negócios Estrangeiros do Departamento do Banco African Development Bank (ADB) Ouagadougou Burkina Faso que tem uma proposta de negócio muito urgente e confidencial para você. Isso pode ajudar você e eu.

Em 06 outubro de 2003, um malaio que é um investidor, o comerciante de ouro e do Governo Federal com a Comunidade Econômica dos Estados Oeste Africano (ECOWAS), o Sr. Subramaniam Muthuveran de Selangor Malásia nacional depositou a quantia de US$ 15.000.000,00 (Quinze milhões de dólares apenas) na minha banco. Após o vencimento, enviei uma notificação de rotina para o seu endereço de encaminhamento, mas não obteve resposta. Depois de um mês, enviamos um lembrete e finalmente descobrimos o seu contrato por parte dos empregadores, a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) que o Sr. Subramaniam Muthuveran morreu em um acidente de avião com toda a sua família em 2004 que envolveu com o Flash da companhia aérea que ocorreu em 4 de janeiro de 2004.

Por isso, fez uma investigação mais aprofundada e descobri que, na forma de banco de parentes próximos, que o Sr. Subramaniam Muthuveran Antes de sua morte encheu sua esposa Susan Muthuveran como seu parente mais próximo, mas, infelizmente, a mulher morreu com ele ao longo de outros e, portanto, não há ninguém deixou para trás a alegação do fundo do deputado Subramaniam Muthuveran como seu parente mais próximo, de modo que a razão pela qual entrei em contato com você e propôs como um acordo entre nós.

Entretanto, de acordo com o Burkina Faso Lei, nos termos dos Negócios Estrangeiros e Burkina da defesa, a validade de 6 (seis) anos, esses fundos irão reverter para a posse do Burkina Faso Governo para o financiamento de operações militares, tais como a compra de armas e munições para os militares. A fim de evitar esta evolução negativa, agora o Fundo está atualmente em uma conta de suspense à espera de pedido, o banco fez um anúncio público de que estão prontos para liberar o fundo de qualquer de seus parentes no exterior. Então eu gostaria de pedir sua permissão como um estrangeiro para ficar como o parente mais próximo ao senhor Subramaniam Muthuveran para que os frutos do trabalho deste homem de idade não será o uso de armas de financiamento que irá aumentar ainda mais os cursos de guerra no mundo em geral.

O dinheiro será depositado na sua conta para nós para compartilhar na proporção de 40% para você e 60% para mim. Não há nenhum risco em tudo como toda a papelada para essa transação será feita em conformidade e com a minha posição como a lei ea troca de garantias a execução bem sucedida dessa transação modalidades necessárias serão trabalhados para permitir-nos realizar o pedido de fundos no âmbito de um legítimo arranjo, Se você estiver interessado por favor responda imediatamente para que eu instruí-lo sobre o que fazer, finalmente você deve respeitar a confidencialidade máxima e ser a certeza de que essas transações seriam mais vantajosos para nós dois, porque exigirá a sua ajuda para investir a minha parte no seu país.

Estou esperando ansiosamente para ouvir de você.Minhas melhores que se refere à sua família,

Sr. Hazim Issa.

Minha resposta:

Bom dia, Hassim.

Meus testículos ficaram úmidos de emoção com essa sua maravilhosa proposta!


Fiquei admirado de como alguém conseguiu a quase suprema perfeição de perder seu precioso tempo para redigir mal e porcamente uma história tão mirabolante como a sua e que, previsivelmente, redundará na indecorosa proposta de se efetuar algum depósito antecipado na sua conta corrente, provavelmente em Biafra ou Uganda, o que tornará o depósito irrecuperável e os tais 40% de US$15 milhões - que são invisíveis, nem existem - jamais serão avistados por quem quer que seja. Em outras palavras, este valor jamais pingará na conta de nenhum mortal.

A essa proposta chamamos de estelionato, ou, em outras palavras, proposta para boi dormir, o pulo do gato, pega-incauto, engana-trouxa. Como resultado, após distribuir milhares de e-mails como esse, alguns babacas deslumbrados efetuarão algum depósito na sua conta corrente e o amigo Hassim (pois assim você me considera, pelo e-mail) viverá nababescamente por mais algumas semanas, aproveitando as mordomias de algum hotel luxuoso, pagando lindas prostitutas, torrando suas fichas no jogo e gastando algumas poucas horas do dia para distrbuir outros milhares de e-mails iguais a esse nos quatro cantos do mundo.

Minhas melhores que se refere à sua família, também.
Sr. Mizah Assi

Monteiro Lobato racista? E os outros?

A nova versão TFP (Tradição, Família e Propriedade) dos usos e costumes brasileiros, na falta do que fazer, cismou agora de “fiscalizar” a literatura brasileira e “cassar” os livros que eles julgarem inconvenientes, proibidos, racistas e impatrióticos, assim como fizeram os nazistas na Alemanha de Hitler, queimando-os na pira da subcultura e da ignorância.
Monteiro Lobato está sendo a primeira vítima. Seu livro infantil Caçadas de Pedrinho está na mira desses pseudo-educadores e vem sendo taxado de racista, por algumas poucas frases em que a personagem Tia Nastácia seria vítima de preconceito.
Sugiro a estes pseudo-educadores da nova TFP que revejam toda a literatura brasileira, pois para não serem chamados de facciosos, juntamente com Monteiro Lobato deverão jogar na pira centenas de outros livros que contém frases tão ou mais preconceituosas. Vai dar trabalho! Veja alguns exemplos:

"Casar minha filha com filho de uma negra?! Você mesmo não se enxerga!"
(Aluísio de Azevedo, O mulato, pág. 179)

"A gente, para eles, um pouco mais que animais, eram uns negros à-toa."
(Lima Barreto, Histórias e sonhos, pág. 69)

"Legiões de homens negros como a noite, horrendos a dançar."
(Castro Alves, Obra completa)

"Algumas negras boçais"
(Inglês de Souza, O missionário, pág. 36)

"...não era melhor que tivesse nascido bruta e disforme. Como a mais vil das negras."

(Bernardo Gumarães, A escrava Isaura, pág. 30)

"E tinha de estirar-se ali, ao lado daquela preta fedorenta a cozinha e bodum de peixe!"

(Aluísio de Azevedo, O cortiço, pág. 80)