11.10.10

PT não aceita prédica de padre

Não é hábito deste blog comentar, exibir ou propor discussões sobre temas ou acontecimentos religiosos. Mas chama-nos a atenção a prédica do padre José Augusto, que em homilia veiculada no canal católico, TV Canção, ligada à Igreja Católica, atacou violentamente o PT, a perspectiva de o Brasil eleger um partido comunista e afirmou que não poderia se calar “diante de um partido apoiando o aborto”.
“Podem me matar, podem me prender, podem fazer o que quiser. Não tenho advogado nenhum. Podem me processar e, se tiver de ser preso, serei. Mas eu não posso me calar diante de um partido que está apoiando o aborto, e a Igreja não aprova”, afirmou. O PT obviamente "sentiu-se ofendido" e recorreu TSE, pedindo direito de resposta, que poderá ir ao ar no dia útil seguinte ao pronunciamento do tribunal sobre o fato.

Um comentário:

  1. O Serra deveria de ter falado que a privatização dos tucanos se dá na Bolsa de Valores, com regras; as de seus adversários,na bolsa dos larápios que atuavam, por exemplo, na Casa Civil.

    ResponderExcluir