20.10.10

Este pilantra foi o “ficha-suja” mais votado no país

Quem não se lembra de Jader Barbalho, um dos nortistas mais envolvidos em falcatruas e mutretas no Brasil? Pois o cara-de-pau se atreveu a ser candidato ao Senado pelo Pará, e graças à cegueira e ignorância dos seus eleitores, foi o "ficha-suja" mais votado em todo o país: 1.799.762 votos.
Por sorte, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, enviou ao STF (Supremo Tribunal Federal) um parecer contrário à posse do Barbalho, que havia renunciado ao cargo de senador em 2001, para escapar de processo de cassação de mandato e perda dos direitos políticos. Pela Lei da Ficha Limpa, renunciar ao mandato para evitar processo é critério de inelegibilidade. O parecer ainda rejeita a alegada ofensa ao princípio da presunção de inocência. O procurador-geral se posiciona contrário à pretensão de Barbalho de demonstrar que, no caso, a renúncia não atentaria contra os princípios da moralidade e da probidade administrativa, considerada a vida pregressa do candidato.
Ufa! Será que finalmente o Brasil se verá livre de mais uma praga coronelista?

Nenhum comentário:

Postar um comentário