25.10.10

Argumentação petista do Pill (o Pilantra)

Os petralhas têm duas tropas de choque para combater quem eles chamam de “eles”, isto é, todos aqueles que não pensam como o PT e que são contra o PT.

Uma das tropas de choque é aquela que todo mundo viu na tevê, agredindo o pessoal do PSDB, impedindo a caminhada do candidato da oposição e usando da mesma truculência que as SS nazistas usavam na Alemanha.

A outra tropa de choque é composta por um bando de semi-analfabetos que são pagos para detonar blogs e artigos contrários à “causa” dos camisas-vermelhas-cor-de-sangue, enviando e-mails e comentários ofensivos ou desprovidos de um mínimo de lógica.

Caros leitores, vejam o teor da “argumentação” deste petralha de nome Pill (provavelmente abreviatura de Pilantra), a título de comentário ao artigo “Mentiras petistas”:

serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,serra bolinha de papel, serra bolinha de papel,

Em sã consciência, dá para se deixar governar por gente com essa mentalidade primária e retrógrada?

Nenhum comentário:

Postar um comentário