16.9.10

Por 500 mil, podem quebrar meu sigilo bancário

Parece ser um um ótimo negócio: quatro anos depois de ter seu sigilo bancário violado, o caseiro Francenildo dos Santos Costa vai receber indenização de R$ 500 mil da Caixa Econômica Federal, por danos morais.
Para quem não se lembra, o caseiro acusou o então Ministro da Fazenda Antonio Palocci de frequentar uma mansão em Brasília na companhia de lobistas. Em represália, Palocci autorizou a Caixa Econômica Federal a quebrar seu sigilo bancário.
O juiz que autorizou a indenização afirma que a Constituição Federal assegura aos cidadãos brasileiros o sigilo de suas informações bancárias. A sentença foi decretada para “reparar ou minimizar o dano causado, somando-se ainda um caráter punitivo ao seu causador a fim de que este não volte a incorrer na mesma prática".
Resumo da ópera: por esse preço, vale a pena ter o sigilo bancário violado, seja por ministro, seja por deputado, senador, lobista e até por algum contador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário