26.9.10

E o PT insiste em detonar São Paulo...

O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal, publicado neste final de semana, mostra que o estado de São Paulo abriga 14 das 15 cidades mais desenvolvidas do país. No topo do ranking aparece Araraquara. As cidades de Indaiatuba e Vinhedo ficaram em 2º e 3º lugares.
O IFDM abrange três medidas do desenvolvimento (emprego e renda, saúde e educação) e se assemelha ao IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). Usa indicadores oficiais como mortalidade infantil, consultas de pré-natal, abertura de vagas formais e matrículas no ensino infantil.
A capital mais bem classificada é Curitiba (PR), que ficou, acredite, em 47º lugar. Em contrapartida, das 500 cidades com pior desenvolvimento, 413 estavam no Nordeste. Terras dos Sarney, Renan, Collor, Barbalho, Wagner...
Provavelmente seja por causa destes índices invejáveis de São Paulo que o PT provoca invasões continuadas de propriedades através do seu braço oficial, o MST; mente ao afirmar que o ensino do estado é fraco; detona os serviços de saúde (mas todos os camisas-vermelhas vão correndinho se tratar em São Paulo na hora do sufoco); critica a segurança pública – na verdade, a polícia mais bem preparada do Brasil; e fala mal dos presídios, que são obrigados a sustentar, em sua maioria, os migrantes que o governo federal não consegue segurar nas cidades de origem - aqueles estados do Nordeste, tão mal cotados em IDH.

O PT se esquece de que foi escorraçado da capital paulista, onde Erundina, Marta e agora Mercadante dificilmente terão novas oportunidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário