7.9.10

Belle de Jour brasileira, na Inglaterra

O jornal "Daily Mail" da Inglaterra publicou uma notícia que provoca infinitas elucubrações: uma brasileira chamada Carla, de 39 anos, casada com um parlamentar britânico conservador de nome Mike Weatherley, de 53 anos, trabalhava como prostituta sem o conhecimento do marido, cobrando 70 libras (cerca de R$ 190) por programas de cerca de uma hora de duração. Seus “nomes de guerra” eram Bea, Adriana e Bianca. A loira foi flagrada fazendo um strip-tease por um repórter do jornal que se passava por um cliente.
Segundo o jornal, a loira já atuava como prostituta no Brasil, antes de se casar com Weatherley.
A notícia nos lembra o filme francês Belle de Jour estrelado por Catherine Deneuve, que fazia o papel de uma jovem, rica, porém infeliz no sexo e no casamento - apesar de casada com um cirurgião de sucesso. Todas as tardes ela procurava um bordel para realizar suas fantasias sexuais e buscar o prazer que seu marido não conseguia lhe proporcionar.
A loira brasileira provavelmente também não tem problemas financeiros. No fundo, no fundo, ela gosta dos prazeres e riscos que a vida de prostituta lhe oferece.
Ou talvez seja o hábito.
Freud explica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário