3.8.10

No tempo das garotas-propaganda

Quando comecei a trabalhar em propaganda, na Fidel Propaganda Ltda. uma das incumbências que a agência me passou era verificar se os produtos que iriam ser anunciados na televisão estavam intactos e montados corretamente, além de repassar os textos com as garotas-propaganda, que na época pré-vídeo tape divulgavam os produtos ao vivo.
Para isso, eu me deslocava até os estúdios da TV Record, próximos ao Aeroporto de Congonhas, ou da TV Paulista (das famosas Organizações Victor Costa), na Rua das Palmeiras e que foi comprada pela atual Rede Globo.
Fogões, geladeiras, aparelhos de rádio e televisores faziam parte do rol de produtos apresentados pelas lindas garotas.
Uma das garotas-propaganda com quem repassei algumas vezes os textos foi a bela Neide Alexandre, muito requisitada pela competência e beleza. Segundo sua própria biografia, Neide chegava a fazer até dez comerciais ao vivo por dia frente às câmeras e se admira até hoje do quanto elas trabalhavam e como se esforçavam para que tudo saísse certo.
Bons e românticos tempos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário