27.8.10

Humor político se livra da censura

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto, suspendeu nesta quinta-feira a legislação esdrúxula e ditatorial que proibia os programas de humor de fazerem piadas com os candidatos que disputarão as eleições de outubro.
Oras, em todo o mundo a política e os políticos são a essência que produz o humor. A censura imposta aos humoristas mais parecia decisão de um retrógrado homem das cavernas, como o tal Ahmadinedjad...
Então, em homenagem à alforria dos humoristas, aqui vai uma piada do Joãozinho, que recebi de um amigo:

Joãozinho chega cedo ao colégio e diz à professora:

- Tia, lá em casa nasceram oito cachorrinhos e todos vão votar na Dilma.
- É mesmo! Que ótimo! - diz a professora toda feliz...
Uns quatro ou cinco dias após, o Joãozinho novamente chega à professora e diz:
- Tia, lá em casa nasceram oito cachorrinhos e cinco vão votar na Dilma.
A professora intrigada pergunta:
- Ué? Não eram oito cãezinhos???
- Eram, mas três já abriram os olhinhos !

Nenhum comentário:

Postar um comentário