1.8.10

Exterminando segurados da saúde

Um cálculo aritmético incompreensível promovido pela ANS (Agência Nacional da Saúde) vai levando para o brejo milhares de segurados em planos de saúde.
Pois se a inflação brasileira, medida pelo maior índice (IGP-M da FGV) nos últimos doze meses foi de 5,17%, como é que se explica o aumento de alguns planos de saúde (dos chamados contratos antigos) em 10,91%?
Aqui vão algumas suposições:
1 – Esta é uma forma de castigar aqueles segurados dos planos antigos que não quiseram ou não puderam aderir e se adaptar aos planos novos, infinitamente mais caros.
2 – Esta é uma forma de expurgar do quadro de segurados as remanescentes pessoas físicas dos planos antigos, visto que algumas seguradoras atualmente só trabalham com planos empresariais.
3 – Esta é uma forma de, ano após ano, buscarem realinhamento de preços com os planos não antigos, mesmo não oferecendo as mesmas coberturas. Só que esqueceram de perguntar aos segurados se eles receberam 10,91% de aumento nos seus salários ou nas suas aposentadorias.
Resta uma dúvida: como é que o governo permite oficialmente um aumento desta monta, em um setor que foi exatamente criado para suprir as deficiências de atendimento em que o próprio governo historicamente se mostra incompetente, ineficiente, incapaz e desumano e que seria ainda muito pior se esta leva de segurados se valesse dos seus serviços?

Nenhum comentário:

Postar um comentário