1.7.10

Lula ajudou Serra a coligar PSDB e DEM

Lula bem que tentou acabar com a composição de José Serra com Álvaro Dias: articulou ardilosamente a desmontagem da chapa puro-sangue do PSDB, convencendo o irmão de Álvaro, Osmar Dias, a retomar o projeto para disputar o governo do Paraná pelo PT. Antes do telefonema de Lula, Osmar iria disputar vaga para o Senado no Paraná. Concorreria à reeleição na chapa de Beto Richa, candidato tucano ao governo paranaense.
Segundo o blog do Josias, na Folha, "Lula foi dormir, na noite de terça, celebrando dois feitos: ressuscitara a candidatura governamental de Osmar e ajudara a envenenar as relações de Serra com o DEM".
Entretanto, na madrugada, em reunião de petit comité, DEM E PSDB decidiram lançar o jovem deputado carioca Índio da Costa (DEM-RJ).
Tudo indica que o tiro de Lula saiu pela culatra: o rapaz tem tudo para agradar o eleitorado feminino, é jovem e possui ficha absolutamente limpa (ao contrário da candidata de Lula). Além disso, Índio da Costa vai somar votos através da coligação PSDB-DEM, possibilitará o aumento de tempo da propaganda política na tevê para Serra e certamente atrairá também os eleitores jovens. Serra só tem a agradecer, e muito, ao presidente Lula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário