10.7.10

Alemanha e o chimarrão uruguaio

Não foi um jogo tão emocionante. Afinal, só se disputava terceiro e quarto lugares da Copa. Mas teve lá seus atrativos: duas viradas de jogo e a bola que seria do empate uruguaio bateu no travessão aos 48 minutos do segundo tempo.
Depois do porre que tomaram com sangria espanhola, os alemães conseguiram se recuperar.
Como eles certamente preferem o schnaps, não foram obrigados a engolir a sobra dos 150 quilos de erva-mate que os uruguaios levaram à África do Sul, para prepararem seu chimarrão.
O Uruguai foi o representante sulamericano mais bem colocado na Copa. Que a sua dedicação, garra e os nervos no lugar sirvam de exemplo para o ex-futuro hexacampeão brasileiro.

Se Dunga tivesse levado sua erva-mate e tomado mais chimarrão, provavelmente não teria ficado tão descontrolado e mal-educado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário