12.5.10

Foragida

O cartaz de "PROCURADA" referente à procuradora Vera Lúcia Sant'Anna Gomes foi retirado DO BLOG, tendo em vista que ela se apresentou à polícia. A procuradora está sendo acusada de torturar uma criança pequena, por ela adotada. O caso deve ser analisado.
Fica aqui, porém, o registro da fala absolutamente antiética do seu advogado: disse ele que as lesões sofridas pela criança seriam "leves" e não mereceriam pena de prisão.
Não existem torturas leves ou pesadas. Torturas são torturas. Ferimentos são ferimentos. Abusos infantis são abusos infantis. As crianças ficam traumatizadas de um jeito ou do outro.
Mais uma vez um advogado deixa de ser apenas advogado, para se tornar cúmplice das barbaridades cometidas por sua cliente, extrapolando na sua defesa. (Texto redigido em 14/05).

Nenhum comentário:

Postar um comentário