11.3.10

Venezuela: juíza algemada a mando de Chavez

Juiza chegando ao foro de Caracas, com algemas nos pulsos,
tratada como bandida de alta periculosidade
A juíza María Lourdes Afiuni Mora foi detida no dia 10 de dezembro, duas horas depois de ter tido a coragem de confrontar o presidente Hugo Chávez, concedendo um habeas corpus ao banqueiro Eligio Cedeño.
O réu estava preso por mais de três anos sem julgamento e era considerado por várias instituições internacionais como preso político. Após a liberação pela juíza para responder o processo em liberdade, o banqueiro fugiu para os Estados Unidos, onde foi admitido como perseguido político.
Na única audiência acontecida, até agora, quatro meses depois, a juíza Afiuni foi conduzida algemada, com colete a prova de balas, por um forte esquema policial. Quando entrou no fórum foi aplaudida pelos juízes e funcionários da justiça.
A permanência da juíza María Lourdes Afiuni Mora como presa no “Instituto Nacional de Orientación Femenina”, o presídio feminino da Venezuela, demonstra mais uma vez, a enorme e perigosa intromissão do ditador Hugo Chávez sobre o poder judiciário no seu país. Chávez disse que quer vê-la presa por 30 anos.
Seis dias após a prisão da Juíza, três relatores de direitos humanos da ONU acusaram o governo de Hugo Chávez de criar um clima de medo entre profissionais da Justiça do país, com a prisão de uma juíza. A juiza foi presa pela polícia política de Chávez, a DISIP, antes mesmo que houvesse contra ela qualquer ordem de prisão. A audiência marcada para o dia 05 deste mês foi adiada, por que o juiz da 15ª vara de Caracas, Neomar Narvaez, alegou "problemas de saúde" e afastou-se do trabalho.
Este é mais um lamentável episódio de ilegalidade criado pelo Chavez, que é explicitamente apoiado pelo “cumpanhero” petista daqui do Brasil.
Fonte: The Passira News

Um comentário:

  1. E é isso tudo o que nos aguarda,a nós brasileiros,como em Cuba e na Venezuela,se este pessoal que ora detém o poder no Brasil for mantido em seus cargos.Aliás,eles estão fazendo questão de espalhar aos quatro ventos suas posturas ditatorias,nazistas,totalitárias,etc.Os sinais estão todos aí,na verdade já está acontecendo muita coisa antidemocrática.Sempre alerta!(Preocupadíssima)

    ResponderExcluir