23.3.10

Coleção de abobrinhas lulistas

Frases extraídas do livro “Nunca antes na história deste país”, de Marcelo Tas. Para corroborar a ilustração publicada abaixo do ”enfiando os pés pelas mãos”.

“Desculpe, eu não sabia que a festa era à fantasia”
(em uma das visitas à Arábia Saudita, quando viu um monte de “sheik”).

“Estou pronto para a briga. Também vou entrar no tapume”
(trocando a palavra “tatame” por tapume).

“Um brinde à felicidade do presidente Al Assad”
(levantando um brinde ao presidente da Síria e ignorando que muçulmanos não ingerem bebidas alcoólicas).

“Por muitos anos o Brasil não pôde conversar com a Líbia porque os americanos não gostavam dos libaneses”
(ignorando que os habitantes da Líbia são líbios e não libaneses).

“Até agora, graças a Deus, a crise (norte-americana) não atravessou o Atlântico”
(como se a América do Norte fosse separada da América do Sul pelo mar).

“O Brasil é um país jovem com uma juventude muito jovem”
(ele imagina que em outros países a juventude seja muito velha...).

Nenhum comentário:

Postar um comentário