31.3.10

Família, segundo Oscar Wilde

No início, os filhos amam os pais.
Depois de um certo tempo, passam a julgá-los.
Raramente ou quase nunca os perdoam.

O malandro Sarney, sempre ele!

O Ministério Público Federal descobriu que José Sarney, o presidente do Senado – sempre ele, sempre ele –, recebeu salários muito acima do teto legal. E isso durante cinco anos!
Qualquer servidor público (e Sarney é um servidor público, apesar de estar apenas a serviço do enriquecimento dele próprio) só pode ganhar no máximo R$26.700,00 mensais. Pois o malandro estava levando o dobro desse valor todo mês. Justo ele, que como presidente do Senado deveria dar um banho de conhecimento das leis e ser um exemplo para o país.
O malandro e a malandrinha da sua filha, apesar de intimados oficialmente, se recusaram a informar ao Ministério Público os valores recebidos, que devem chegar a R$1.400.00,00 e deverão ser devolvidos, segundo a lei.
Agora, cá entre nós: como é que um crápula desses continua senador, continua como presidente do Senado e, pior, continua na política? Hein?

30.3.10

“Dilma Barrichello”

O presidente do PTB, Roberto Jefferson, comparou neste final de semana, em Cuiabá, a ministra da Casa Civil e pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, ao piloto de Fórmula 1, Rubens Barrichello. Rubens Barrichello está há 18 anos na Fórmula 1 e ainda busca seu primeiro título na categoria.
"Dilma está bem nas pesquisas. Afinal há dois anos o presidente Lula faz campanha antecipada para ela", disse Jefferson. "Entretanto, ela não é vencedora, pois não participou de nenhuma eleições. Ela é Dilminha Barrichello, ameaça mas não conquista nenhuma pole position", comparou.

29.3.10

O suplício da poluição sonora


Ao contrário da eficiente justiça paulistana, aqui em Londrina os habitantes estão sujeitos às forças econômicas das grandes empresas, que transgridem tranquilamente as leis e conseguem evitar – em nome do chamado “progresso”, das suas “realizações” e da mão-de-obra que empregam - que os órgãos competentes tomem as devidas providências em defesa dos cidadãos.
Escrevo especificamente sobre uma construtora, que desde 2006 vem atormentando os moradores do nosso edifício, ao utilizar-se de um terreno vizinho para depósito de materiais e de lá atormentar diariamente os ouvidos da vizinhança com uma serra elétrica que supera de longe o máximo de decibéis permitidos pela lei.
Um processo por mim instaurado na Prefeitura está “misteriosamente” paralisado e esquecido há anos.
Denúncia que fiz neste blog resultou em uma notificação extra-judicial, obrigando-me a deletar o texto, sob ameaça de um processo civil e criminal.
Cartas e e-mails enviados à construtora não são respondidas.
Curiosamente, a diretoria da empresa é composta por descendentes de nipônicos.
Lã no Japão, após as tragédias de Hiroshima e Nagasaki provocadas pelo covarde bombardeio de Pearl Harbor, houve uma conscientização admirável do povo, no que tange à humildade e ao respeito pelo próximo. Aqui em Londrina, estes mesmos descendentes nipônicos só demonstram empáfia, desrespeito e arrogância, mais preocupados com a ganância do que com o bem-estar da vizinhança.

(Ilustração: Igor Veríssimo)

28.3.10

Vai bebendo, vai!

O final da história foi censurado...

27.3.10

Todo o rigor da lei

São Paulo forneceu um exemplo fantástico para os tribunais de outros estados brasileiros, por ocasião do julgamento do casal (pai e madrasta) que jogou Isabella, a filha do primeiro, pela janela.
Foi um julgamento sério e que atendeu a todos os parâmetros legais, com um trabalho fantástico da polícia técnica paulistana (a melhor da América do Sul) e grande esforço e dedicação da promotoria, segundo declararam unanimemente os juristas entrevistados pela mídia.
Esse julgamento nos deixa dúvidas sobre o trabalho da justiça nos casos dos picaretas da política, de Sarney a Renan, de Jader Barbalho a José Dirceu, de Maluf à turma do mensalão e de tantos outros (veja a lista no site da “Transparência Brasil”), que misteriosamente jamais são levados aos tribunais.
Alguma força muito estranha também impera nos ares, quando se trata de solucionar o assassinato do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel, e de levar à cadeia o já condenado jornalista Pimenta Neves, que assassinou sua amante. Aqui em Londrina, aparentemente “forças ocultas” impedem a polícia de desvendar ou revelar o mistério do assassinato da estudante Amanda Rossi, ocorrido em agosto de 2007 no campus de uma universidade.

São Paulo provou que existe uma justiça sérica, competente e a serviço da verdade.


26.3.10

Salada brasileira

Um breve passeio por capas de jornais brasileiros de hoje mostram um lugar comum em todas as notícias: as irregularidades imperam de norte a sul. As manchetes são, pela ordem, dos jornais "Pioneiro", RS, "O Imparcial", MA, "Notícias Agora", ES e "A Tribuna", ES.

25.3.10

Quase um pássaro

Bela imagem de Sara Baras, espanhola dançarina de flamenco, em uma das suas performances.
The Guardian, 24/03/2010

Truque para assistir futebol

24.3.10

Mandinga anti-corrupção

Manifestação anti-corrupção em frente à Assembleia Legislativa do Paraná, em Curitiba, incluiu esta "mandinga anti-corrupção". Pelo visto, por lá também a pilantragem corre solta.
Gazeta do Povo, Curitiba, 24/03/2010

Cinto de segurança: um abraço de amor

Belíssimo comercial incentivando, com muita emoção, o uso do cinto de segurança. Depois de assistir a estas cenas, você se esqueceria da família e deixaria de usar o cinto?

23.3.10

Coleção de abobrinhas lulistas

Frases extraídas do livro “Nunca antes na história deste país”, de Marcelo Tas. Para corroborar a ilustração publicada abaixo do ”enfiando os pés pelas mãos”.

“Desculpe, eu não sabia que a festa era à fantasia”
(em uma das visitas à Arábia Saudita, quando viu um monte de “sheik”).

“Estou pronto para a briga. Também vou entrar no tapume”
(trocando a palavra “tatame” por tapume).

“Um brinde à felicidade do presidente Al Assad”
(levantando um brinde ao presidente da Síria e ignorando que muçulmanos não ingerem bebidas alcoólicas).

“Por muitos anos o Brasil não pôde conversar com a Líbia porque os americanos não gostavam dos libaneses”
(ignorando que os habitantes da Líbia são líbios e não libaneses).

“Até agora, graças a Deus, a crise (norte-americana) não atravessou o Atlântico”
(como se a América do Norte fosse separada da América do Sul pelo mar).

“O Brasil é um país jovem com uma juventude muito jovem”
(ele imagina que em outros países a juventude seja muito velha...).

22.3.10


Poluição visual: de Londrina para o mundo



Apesar do assunto “poluição visual” ter sido amplamente abordado em Londrina no ano de 2009 através da imprensa, do prefeito e da Câmara dos Vereadores, parece que nada mudou na cidade. Pelo contrário: há um avanço cada vez maior no tsunami de outdoors, placas, frontlights, luminosos e a terrível, medieval, provinciana pintura em muros.
Para as pessoas de bom senso, duas perguntas pairam no ar:
1 – Será que tão poucas pessoas se sentem incomodadas com tal extremo de poluição visual?
2 – Como é que tantas empresas – inclusive algumas renomadas – se prestam a divulgar (ou manchar?) suas imagens empastelando muros?
Na contramão do prefeito de São Paulo, que usou da sua Responsabilidade Social para implantar o Projeto Cidade Limpa, Londrina vai se firmando – lamentavelmente - na liderança das cidades mais poluídas visualmente em nosso país.
Saiba mais sobre a poluição visual em Londrina acessando o blog mais combativo à poluição visual editado no Brasil:
http://visual-de-londrina.blogspot.com

21.3.10

Buraco negro: ele existe!

A arte de enfiar os pés pelas mãos

Flagrante do nosso presidente quando praticava tão distinta arte, na recente visita aos países árabes. Até os mais chegados ficaram de saia justa com as bobagens emanadas pelo nosso "líder" maior. (Foto Grumbowskiev)

20.3.10

A vida recomeça

A noiva se prepara para entrar na igreja semi-destruída pelo terremoto no Haiti. É o recomeço.
Credit: REUTERS/Eduardo Munoz

Perguntas do Ferreira Gullar (parte 3)

* Se defender o respeito às leis e o combate ao crime organizado é ser de direita, o que é ser de esquerda? Deixar os favelados entregues ao terror dos bandidos?
* Há muitos jovens criminosos que querem sair do crime e não sabem como. Não é justo abrir urgentemente uma porta para eles?
* Por que, no Brasil, punem-se só 7% dos crimes de colarinho branco?
* Acredita mesmo que um rapaz de 17 anos, que assalta e mata, não sabe o que faz?
* Designar negros e pardos como afro-brasileiros significa que brasileiros são só os "brancos"? E se esses passarem a se chamar de euro-brasileiros ou nipo-brasileiros, o que restará como povo brasileiro, os índios? E se estes disserem que são anteriores à criação do Brasil?
* Por que o Banco Central permite que os bancos privados suguem os clientes até a medula dos ossos?
* E finalmente cabe perguntar a um certo chefe de Estado sul-americano: "Por qué no te callas?"

19.3.10

Nada como uma rodovia exclusiva

Perguntas do Ferreira Gullar (parte 2)

* Sabia que já há condomínios, em bairro da zona sul do Rio, dominados pelo Comando Vermelho? Num desses condomínios, um morador, cuja filha fora cooptada pela gangue de drogados, ameaçou denunciar o que estava ocorrendo, mas desistiu. Sabe por que desistiu? O síndico o aconselhou a não fazê-lo, se quisesse continuar vivo. Na semana seguinte, ele pôs o apartamento à venda e se mandou de lá. O que faria você?
* Não é estranho que o governo Lula favoreça especuladores estrangeiros -que lucram até 90%-, em detrimento do capital produtivo que cria empregos e paga impostos?
* Você soube que, durante as operações policiais na favela do Alemão, um dos chefes do tráfico ordenava a seus comparsas que atirassem nos moradores? E que há moradoras idosas pagas por eles para declarar que quem atirou foi a polícia?
* Processos indenizatórios contra o governo demoram de dez a 20 anos para serem julgados. E quando o cara ganha e é autorizado o pagamento, o governo simplesmente não paga, ignora a ordem judicial e a Justiça finge que não vê. Por quê?
* Quando há operações policiais nas favelas, os moradores são obrigados a deixar a porta da casa aberta, para que os traficantes possam se esconder. Quem não obedece morre. Já imaginou isso em seu bairro?
* De onde vem esta tese de que a sociedade é culpada, e o bandido, vítima, mesmo se empurra num precipício um ônibus com mais de 20 pessoas dentro?
* Graças ao Imposto Sindical - descontado compulsoriamente do salário dos trabalhadores -, sindicatos fantasmas proliferam. A CUT e a Força Sindical passaram a defender a manutenção do imposto. Elas são também entidades fantasmas?
* Dá para levar a sério um ministro do futuro que quer construir, na Amazônia, um aqueduto romano?

18.3.10

Oooooppppppppsssss!!!!!

Brazil's President Luiz Inacio Lula da Silva (L) reaches into his pocket after a joint news conference with Palestinian President Mahmoud Abbas (C) in the West Bank city of Ramallah March 17, 2010.

(O texto está no original em inglês publicado no site da Reuters para ninguém imaginar que houve qualquer interpretação estranha à cena)
Credit: REUTERS/Mohamad Torokman

PT arrasta a educação para baixo



Estudo publicado pela instituição europeia The Business School for the World, em conjunto com a Confederação das Indústrias da Índia, apresenta o índice “Indicador de Inovação Global”, que avalia 60 parâmetros para medir o grau de inovação de cada país.
O Brasil caiu 18 posições em 2009 (que é medido entre 132 países), ficando em 68º lugar numa avaliação geral. Na América Latina existem seis nações à nossa frente, entre elas Costa Rica, Chile e Uruguai. Nossos defeitos apresentados pelo relatório são os de sempre: pobreza do sistema de educação básica, baixo investimento em pesquisa & desenvolvimento, corrupção, indicadores precários de infraestrutura e outros fatores.
Agora, o pior: no quesito qualidade do nosso sistema de educação, o Brasil caiu para a 102ª posição em relação aos outros 132 países. Nesse ritmo, enquanto nos outros países a educação evolui, aqui vamos regredindo dia após dia. Será essa uma tática petista para imbecilizar nossas crianças?

Fonte: www.comgurus.com.br/

Absolutamente contra as touradas

É da agência AP – Associated Press – a imagem do protesto realizado no centro de Madri, de cerca de 250 belas mulheres, com 60 delas totalmente nuas e cravadas de “banderillas”, contra um projeto que torna a tourada “bem de interesse cultural” na Espanha.

Perguntas do Ferreira Gullar (parte 1)

(Publicadas na Folha de São Paulo em 21/01/2008 - muito pertinentes ainda hoje)

* Por que será que o Congresso inventou o senador sem voto? Terá sido por esperteza ou por ingenuidade? O que você acha?
* Os advogados de defesa, em geral, aconselham o acusado a mentir, falsear a assinatura e, noutras situações, lançam mão de sucessivas chicanas até o crime prescrever. Pergunto: esses advogados estão a serviço da Justiça ou do crime?
* Se a Justiça deve ser igual para todos, por que o presidente da República, os governadores, prefeitos, ministros, deputados, senadores, têm foro privilegiado?
* Os traficantes exercem um domínio de terror sobre os favelados. Em sua opinião, esse é um problema dos próprios favelados ou o governo deve intervir em defesa deles?
* Ninguém duvida da existência de policiais corruptos, que colaboram com o crime organizado. Pode-se contar com uma polícia corrupta para defender os cidadãos?
* Os traficantes têm verdadeiros arsenais de guerra em seus redutos. Não lhe parece que é obr igação policial apreender essas armas?
* A coisa mais comum, hoje em dia, é bandido executar policial fora de serviço. Já soube de alguma entidade, dessas que defendem os direitos humanos, que tenha manifestado seu repúdio a essas execuções? Já se perguntou por quê?
* Já lembrou que policiais são cidadãos como nós, têm mulher, filhos, pai, mãe e arriscam a vida em defesa da sociedade, por um salário que às vezes mal passa de R$ 1.000?
* Terão as pessoas se dado conta de que a polícia, no Estado democrático, é um órgão criado para fazer cumprir as leis e dar segurança aos cidadãos? Que não foi o policial que inventou a polícia e que ele está ali como um profissional? Ou devemos acabar com ela e cada um irá se defender dos bandidos do jeito que puder? Certo não seria melhorá-la?

17.3.10

Amizades inimagináveis

16.3.10

Falta de moral

O assessor especial da Presidência para assuntos internacionais, Marco Aurélio Garcia, classificou como uma "descortesia" o boicote do ministro das Relações Exteriores israelense, Avigdor Lieberman, à visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Israel. A atitude do chanceler israelense seria uma reação ao fato de a comitiva brasileira ter recusado o convite para visitar o túmulo de Theodor Herzl, fundador do movimento sionista cujo aniversário de 150 anos está sendo comemorado pelo governo de Israel.
Pergunta que fica no ar: como classificar a atitude deste mesmo Marco Aurélio Garcia quando ele fez aquele ofensivo gesto do “top-top” para as pobres vítimas e familiares da tragédia da TAM? Qual é a moral deste radical para classificar atitudes de quem quer que seja?

Muita "inspiração", nenhuma transpiração

Parece ser muita "coincidência" o logotipo criado para comemorar os 50 anos da Expolondrina 2010. Para que gastar fosfato se o logotipo da Unilever já estava aí, prontinho, para servir de "inspiração"?

15.3.10

Verdade, mentira ou desonestidade?

Está na hora de a OAB, Ordem dos Advogados do Brasil, acompanhar bem de perto o caso dos assassinatos do cartunista Glauco e seu filho.
Pois o tal amigo do assassino, de nome Iasi, que dirigiu o carro até o local do crime, apresentou-se à polícia junto com o seu advogado, de nome Cássio Paoletti. Este, frente às câmeras, afirmou categoricamente com todas as letras que seu cliente “conseguiu fugir” enquanto o criminoso executava o crime.
Entretanto, em entrevista ao "Fantástico", na TV Globo, a mulher de Glauco contesta a versão do rapaz – e do advogado Paoletti. Ela disse que o rapaz ficou sentado no sofá enquanto o criminoso torturava o cartunista. Beatriz também disse que chegou a pedir ajuda a Iasi, que aparentava estar drogado, mas que ele teria feito sinal negativo com a cabeça e após os tiros deu fuga ao criminoso no seu carro. Afirmação que foi também confirmada pela enteada de Glauco.
E agora? Se a versão das duas mulheres estiver correta, caracterizando uma mentira do advogado, o que acontecerá com este? A OAB vai cassar sua licença? Vai ficar tudo por isso mesmo? Afinal, qual é a função de um advogado: zelar para que a lei seja cumprida, defendendo com unhas e dentes os direitos do seu cliente, ou ajudar a acobertar um criminoso através de mentiras, sendo então mais cúmplice do que causídico?

Cortador de grama quase perfeito

13.3.10

Os petralhas estão bravinhos

“Petralhas” é o termo criado pelo Reinaldo Azevedo da Revista Veja e funde as palavras “PT” e “Metralhas” – aqueles três irmãos bandidos e atrapalhados, criados por Walt Disney.

Sob o ponto de vista publicitário, esse neologismo é um achado. Pois ao assistirmos todas as bandalheiras, roubalheiras e mutretas praticadas pela turma do PT, a expressão “petralhas” assenta neles como uma luva.

Pois os petralhas estão dando muita importância ao meu blog: a cada inserção de matéria citando alguma declaração, acontecimento ou denúncia dirigida ao PT e seu embriagado (pelo poder) líder, recebo comentários irados e ameaçadores, sempre anônimos.

Os comentários são tão pobres de conteúdo que nem vale a pena publicá-los junto às matérias. Quem publicaria um comentário como esses: “kakakakakakakakaka, invejoso”, “que inveja do LULA hein, ve se temanca palhaço”, "kkkkk não tem coragem de postar a verdade né safado", "kkkkkkkk eu postei minha opinião e vc não expos, que vegonha!!!!!!!!!!!!!!!!"?
Desse jeito, cheio de erros.

Petralhas são assim mesmo: raramente entendem os textos, não têm argumentação, não sabem escrever corretamente, mas fazem parte da grande massa de manobras do partido (que já foi dos trabalhadores) e estão ativos para defender com unhas, dentes e ameaças para tentar – eu disse tentar – segurar as benesses bolsistas distribuídas a granel para os seus partidários.

Quando chegar algum comentário inteligente (o que eu duvido), com boa contra-argumentação, certamente eu o publicarei. Até lá, retribuo com meu mais debochado “kakakakakakakakakakakakaka” a todos os petralhas.

12.3.10

Países Sérios 509 X 30 Lula & Irmanitos

O Parlamento Europeu aprovou por ampla maioria (509 a 30) uma resolução que condena a "inevitável e cruel" morte do dissidente Orlando Zapata e alertou contra o "fatal desenlace" que poderia haver para a greve de fome que outro preso político, Guillhermo Fariñas, realiza, segundo a agência AFP.
O documento ainda "deplora a ausência de todo gesto significativo" de Havana em resposta aos chamados da comunidade internacional pela libertação de todos os presos políticos em Cuba. O sistema carcerário da ilha é apontado como uma grave violação à Declaração Universal dos Direitos Humanos.
É este sistema carcerário e ditatorial castrista que o presidente brasileiro apoia incondicionalmente e toma como modelo para tentar implantar em nosso país.
E agora qual será a desculpa fajuta de Marco Aurélio “top-top” Garcia, Franklin Martins, Celso Amorim, Lula & petralhas para esta posição equivocada perante o mundo?

11.3.10

Venezuela: juíza algemada a mando de Chavez

Juiza chegando ao foro de Caracas, com algemas nos pulsos,
tratada como bandida de alta periculosidade
A juíza María Lourdes Afiuni Mora foi detida no dia 10 de dezembro, duas horas depois de ter tido a coragem de confrontar o presidente Hugo Chávez, concedendo um habeas corpus ao banqueiro Eligio Cedeño.
O réu estava preso por mais de três anos sem julgamento e era considerado por várias instituições internacionais como preso político. Após a liberação pela juíza para responder o processo em liberdade, o banqueiro fugiu para os Estados Unidos, onde foi admitido como perseguido político.
Na única audiência acontecida, até agora, quatro meses depois, a juíza Afiuni foi conduzida algemada, com colete a prova de balas, por um forte esquema policial. Quando entrou no fórum foi aplaudida pelos juízes e funcionários da justiça.
A permanência da juíza María Lourdes Afiuni Mora como presa no “Instituto Nacional de Orientación Femenina”, o presídio feminino da Venezuela, demonstra mais uma vez, a enorme e perigosa intromissão do ditador Hugo Chávez sobre o poder judiciário no seu país. Chávez disse que quer vê-la presa por 30 anos.
Seis dias após a prisão da Juíza, três relatores de direitos humanos da ONU acusaram o governo de Hugo Chávez de criar um clima de medo entre profissionais da Justiça do país, com a prisão de uma juíza. A juiza foi presa pela polícia política de Chávez, a DISIP, antes mesmo que houvesse contra ela qualquer ordem de prisão. A audiência marcada para o dia 05 deste mês foi adiada, por que o juiz da 15ª vara de Caracas, Neomar Narvaez, alegou "problemas de saúde" e afastou-se do trabalho.
Este é mais um lamentável episódio de ilegalidade criado pelo Chavez, que é explicitamente apoiado pelo “cumpanhero” petista daqui do Brasil.
Fonte: The Passira News

Anti-obesidade

Anúncio criado por academia de ginástica para atrair obesos. Note a ideia criativa do cinto - uma careta de insatisfação por sustentar tal barriga.

10.3.10

Comparação pra lá de infeliz

Não dá para acreditar: o petista chefe de estado teve o dom de afrontar nossa inteligência ao comparar prisioneiros cubanos com sentenciados paulistas.

Ele se esqueceu de que em São Paulo estão presos criminosos e infratores da lei.

Em Cuba, foram jogadas às masmorras pessoas que tiveram a coragem de contestar o regime ditatorial, que se rebelaram contra as injustiças dos “governantes” de lá e que tentaram chamar a atenção para as péssimas condições de vida dos seus oprimidos conterrâneos. Em momento nenhum eles cometeram crimes ou infringiram a lei.

Imagina-se que possa haver cinquenta e um motivos para que os neurônios do nosso chefe de estado estejam deixando de se interligar e soltar uma abobrinha dessas. Nem adiantaram as tentativas daquele barbudinho ministro das relações exteriores para tentar justificar o injustificável.

9.3.10

Velhos tempos, belos dias

Minha homenagem a Roberto Carlos - que recebeu merecidíssima exposição na Oca do Parque Ibirapuera, em São Paulo - e à turma da Jovem Guarda, cujas canções me acompanharam nos idos da década de 1960, principalmente quando paquerávamos as meninas na célebre Rua Augusta. Belos dias!

8.3.10

Parabéns, leitoras!

Pelo seu Dia Internacional da Mulher.

4.3.10

Lembranças amargas

Com referência ao texto sobre o bárbaro assassinato do soldado Mario Kozel Filho que anda circulando pela rede, sou testemunha próxima do ocorrido: naquela data de 26/08/1968, eu morava a cerca de dois quarteirões de distância do Quartel General do II Exército em São Paulo – onde o soldado Kozel fazia plantão na guarita.
Às horas tantas da madrugada, fui praticamente derrubado da cama por uma fortíssima explosão – e surpreendo-me até hoje pelos vidros da minha casa terem permanecido intactos.
Ainda assustado, corri para a janela do quarto e, minutos depois, assisti à corrida desesperada de vários soldados armados, que vasculhavam as imediações do quartel. Luzes se acendiam em todas as casas e muitos vizinhos foram para a rua. No ano de 1968 explosões e atentados eram praticamente inexistentes – ainda mais nas cercanias do Parque do Ibirapuera.
No dia seguinte, inteirados dos fatos, os paulistanos foram unânimes no repúdio ao atentado e ao assassinato do jovem, que foi uma vítima absolutamente inocente da sanha assassina dos terroristas do VAR Palmares, Colina e outras organizações da esquerda.
A rua onde aconteceu o atentado, bem em frente ao Ginásio do Ibirapuera, ganhou o nome do jovem soldado. Homenagem justa.
Espero nunca ler ou ouvir falar de que algum dia os envolvidos no crime mereçam nome de rua. Seria um atentado contra a ética, contra a moral e contra a lei.

Mulher esperta, homens trouxas

Por que é que os homens acreditam em tudo o que as mulheres lhes impingem? O comercial muito criativo é sobre trajes de couro... isso se você reparar bem.

Curiosidades: a palavra Mentiroso

e, na caixa de pesquisa,
digite a palavra
mentiroso
sem aspas.
Veja o primeiro resultado que aparece.

Cerveja "Devassa" veicula comercial com tarja preta

Uma tarja preta sobre a Pin-up símbolo da cerveja Devassa Bem Loura marca o novo anúncio que o Grupo Schincariol pôs no ar em substituição ao anterior, que foi cassado por liminar do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar). A campanha protagonizada pela socialite americana Paris Hilton foi denunciada por consumidores por apelo à sensualidade.
A nova peça publicitária esclarece que "o filme da cerveja Devassa com Paris Hilton foi retirado do ar". E convida: "a quem se sentiu ofendido, oferecemos um filme novo. Aqueles que não se ofenderam, convidamos a assistir ao filme antigo na internet"

(Do site "Acontecendo")

http://www.youtube.com/watch?v=_-IATWx7yqI

1.3.10

Enxergando mais além

“... quem, em perfeito juízo, pode supor que este ególatra (Lula) passará, democraticamente, a faixa presidencial para, por exemplo, José Serra, ou mesmo Aécio Neves?
Pelo que já vimos de inauguração de obras que sequer foram iniciadas, de desrespeito às leis eleitorais, do boicote às CPIs, como o da Petrobras, do MST e tantos outros deslizes, temos o suficiente para imaginar o que será a disputa eleitoral em
2010.” Carlos Vereza, ator