7.10.09

O MST e a Tomada da Bastilha

Há muito venho acompanhando a escalada da violência e ilegalidade do MST, que ao contrário do que apregoam seus ‘líderes’, quer mesmo é destruir, invadir, arrebentar, atormentar e executar a política do “quanto pior, melhor” nas criminosas invasões de terras que promovem por todo o país.
Além de permanecerem absolutamente impunes, mesmo praticando crimes que mereceriam anos e anos de prisão sem direito a benefícios, os líderes contam não só com a complacência, mas também com o apoio e muito, muito dinheiro fornecido direta ou indiretamente por esse governo petista corrupto que nos domina.
A última invasão provocada na fazenda altamente produtiva da Cutrale mostrou a impiedosa destruição de lavouras de laranja e, pior, a disposição declarada pelo MST de permanecer na área mesmo depois de receber uma liminar da Justiça para a desocupação.
Essa violência do pessoal do MST nada mais é do que um plano orquestrado pelos socialistas/populistas do PT, que estão promovendo a nova Tomada da Bastilha à la Chavez, Morales & hermanos. Um retrocesso político inédito e contra o qual não ouço muitas vozes lúcidas se rebelando com a força que eu esperava.

Foto: Istoé

Nenhum comentário:

Postar um comentário