10.8.09

Na República dos Cangaceiros

A Folha de São Paulo nos dá conta de que 1/3 dos senadores são alvo de inquéritos, ações penais no STF (Supremo Tribunal Federal) ou acusações de irregularidades eleitorais ou cíveis.
Segundo a reportagem, 27 dos 81 senadores do país enfrentam algum caso na Justiça. O cálculo não leva em conta litígios de natureza particular ou movidos apenas por adversários políticos. A revelação ocorre no momento em que o Senado enfrenta uma das piores crises de sua história, na esteira de uma série de denúncias contra seu presidente, o senador cangaceiro José Sarney (PMDB-AP).
Dos 27 senadores com ocorrências na Justiça, 10 são da oposição e 17 da base aliada. O partido com maior número de senadores citados na Justiça é o PMDB, 8 de uma bancada de 19 congressistas (42%).
Do total de senadores com ocorrências na Justiça, cinco são suplentes que assumiram o cargo com a saída do titular.
Os senadores ouvidos pela Folha negam as acusações levantadas em processos ou investigações judiciais. Os acusados sempre fazem isso.
E fica por isso mesmo!
Antes éramos chamados de República das Bananas. Agora somos a República dos Cangaceiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário