30.7.09

Anjo da guarda fortíssimo

video

Manifesto à Nação

Este blog vem denunciando as irregularidades, imoralidades, indecorosidades, bandalheiras, politicagens, imbecilidades e todas as formas de idiotices emanadas pelo Executivo e Legislativo brasileiros, instituições recheadas de gente corrompida e incompetente. Por esta razão, fiz questão de inserir o Manifesto abaixo, editado pelo Lyons Clube de Blumenau, que está publicado na íntegra:


O Lions Clube de Blumenau Centro, reunido em assembléia no dia 15 de julho de 2009,
formulou e aprovou por unanimidade a divulgação ao país, por todos os meios ao seu
alcance, do seguinte manifesto.

LIONS CLUBE DE BLUMENAU CENTRO
CNPJ 01.445.120/0001-65

O sentimento da população brasileira para com a política e os políticos é de profunda indignação e revolta. Infelizmente os desmandos são de tal ordem e número que, além deste sentimento de frustração, as pessoas parecem estar anestesiadas.

O Lions Clube de Blumenau Centro, com 53 anos ininterruptos de serviços prestados à comunidade, tem, entre seus objetivos, o estímulo ao patriotismo. Conta até hoje em suas reuniões com alguns dos seus fundadores, forma um grupo preocupado com o Brasil e também se sente atingido por esta indignação, que é notória nas ruas.

Em vista disso elaborou o presente manifesto, a ser divulgado de todas as formas e por todos os meios possíveis, objetivando despertar o país da letargia e reverter o quadro lamentável que se espalha entre os brasileiros responsáveis.

Ainda que os índices econômicos possam aparentar uma certa tranquilidade, ela é ilusória, na medida em que padrões éticos estão sendo vilipendiados diuturnamente nos mais variados níveis da administração pública. Eles são tanto mais graves, quanto mais próximos da esfera federal.

Escândalos de toda ordem, desde malversação do erário, favorecimentos pessoais espúrios, espírito corporativista intoleravelmente reprovável, aumento absurdo no número de cargos e atitudes antiéticas deixaram de ser exceção, para virarem regra. Nem bem um escândalo é divulgado, outro lhe toma o lugar, gerando na população, por esta sequência regular e continuada, aquele sentimento de impotência e letargia referido anteriormente. Parecemos todos zumbis estáticos, observando os fatos sem reagir, descrentes de mudanças positivas.

Não se trata de reivindicar um simples e utópico processo de distribuição de renda, de criticar irresponsavelmente a livre iniciativa ou de levianamente censurar bons salários aos administradores públicos competentes. Trata-se de encontrar um modelo mais comedido, em que o cidadão trabalhador não fique estarrecido ao verificar que o que percebe de rendimento em toda uma vida é pago a alguns funcionários públicos e parlamentares em questão de poucos anos, quando não alguns meses, sob as mais variadas denominações!

Ainda que fosse somente pelo fato de não carregarmos na consciência a censura de nossos filhos e netos pela nossa omissão e pelo nosso silêncio, e não pelo patriotismo em si, hoje tão pouco em voga, nós, membros do Lions Clube Blumenau Centro, sentimos ter chegado o momento de levantar a voz, pacífica mas energicamente. Este manifesto não pretende ser um brado irresponsável, uma palavra de ordem surrada ou um grito oportunista, que são os adjetivos tantas vezes usados pelos poderosos para abafar os protestos dos insatisfeitos.

Ele pretende ser um alerta, um chamado ao despertar, um incentivo à formação de cidadãos que, além de emprego e trabalho, sintam orgulho dos líderes que conduzem através do seu voto aos cargos públicos, dos mais altos aos mais baixos, delegando-lhes poderes para fazer honestamente o melhor pelo país, pela sociedade, pela comunidade.

O Lions Clube de Blumenau Centro está preocupado com a violência já não mais restrita aos grandes centros e que avança dia a dia, alcançando índices alarmantes. Está preocupado com a educação, na qual, sob um distorcido conceito de liberdade, os alunos estão agredindo os professores, as drogas estão sendo consumidas por nossa juventude à luz do dia e diante da polícia, trazendo em seu rastro a criminalidade crescente, apenas para citar alguns exemplos.

Os parlamentares estão legislando cada vez menos, porque preocupados em acusar adversários ou em defender-se de acusações, brigando por cargos e benefícios, dando as costas àqueles que juraram defender. Reclamam do Executivo quando este governa com medidas provisórias, mas não têm coragem de simplesmente rejeitá-las, temerosos de que com isso seus apadrinhados sejam prejudicados nas inúmeras nomeações que irão favorecer este ou aquele partido e assim perpetuar as benesses que aparentemente passaram a ser o objetivo principal e imediato de suas ações.

Não menos preocupante é o quadro do Poder Executivo em seus vários níveis, pois se vale exatamente deste poder de nomeações e da famigerada “caneta na mão” para manter em rédea curta o Congresso. Nele os parlamentares assemelham-se a sócios lutando por objetivos comuns, embora condenáveis e distantes das necessidades da população.

Triste é também a situação do Judiciário, que, embora dispondo hoje de toda a tecnologia da informática, acumula nos gabinetes os processos cujas decisões o cidadão ansioso espera por anos, às vezes décadas. Ilustra bem este quadro a recente divergência manifestada de forma agressiva e lamentável entre os ministros da mais alta corte, o Supremo Tribunal Federal, minando a confiança das pessoas na última instância a que podem recorrer quando têm seus direitos ameaçados ou agredidos.

Se a democracia está sustentada nestes três poderes e estes estão tão comprometidos em sua ação efetiva e em seu comportamento ético, fácil é concluir que quando o fundamento é frágil, a estrutura que ele sustenta também se fragiliza e ameaça ruir. Não foi para isso que a democracia foi defendida a alto preço em passado recente. Simplesmente tratar desiguais com igualdade não é democracia, é anarquia!

A classe dirigente não pode ser apenas uma elite intelectual. Isso é pouco! Ela tem de ser, antes disso e mais que isso, uma elite moral. Um bom serviço eventualmente prestado no passado por algum político não autoriza e nem pode servir de atenuante para que ele cometa deslizes no presente. Napoleão já dizia que “Toda indulgência para com os culpados revela conivência.”

Assim como não se pode exigir que um filho imaturo seja exemplo para seus pais, mas sim o contrário, da mesma forma não se pode jogar nas costas da sociedade a responsabilidade pelo pouco caso que seus dirigentes têm para com a coisa pública, impingindo-se a ela, sociedade, a culpa por suposta falta de critério na escolha dos candidatos eleitos. Esta é uma forma ardilosa, perversa e demagógica de pulverizar a responsabilidade por má conduta, tirando-a dos ombros dos dirigentes para espalhá-la comodamente sobre os ombros dos dirigidos.

O objetivo do presente manifesto é, finalmente, despertar na opinião pública, nos clubes de serviço, órgãos representativos, imprensa e comunidade em geral, um clamor para que apareçam sugestões de procedimentos mais éticos e reformas estruturais.

Folha corrida limpa para candidatos a cargos públicos? Eliminação ou restrição drástica de comissionados? Redirecionamento das prioridades do país? Assembléia Nacional verdadeiramente “Constituinte” e não simplesmente com poderes constituintes como foi a de 1988? A Constituição “cidadã” efetivamente logrou promover a verdadeira e autêntica cidadania? Manteve equilíbrio entre direitos e deveres? São perguntas ilustrativas que este manifesto, num primeiro momento, deixa no ar, para reflexão.

A nossa associação não tem receitas prontas para que esta mudança urgente e inadiável se concretize. Ela deseja sim, juntamente com outras entidades, participar com sugestões. Mas, cabendo originalmente ao Congresso articular as mudanças positivas, é lá que deve acontecer a mudança em primeiro lugar.

O Lions Clube de Blumenau Centro, através deste manifesto, busca o apoio de tantos quantos o lerem e concordarem com ele para que, formada uma corrente de ética, moralidade, cidadania e transparência, se dê um basta a esta torrente de escândalos. Que comecemos todos nós, brasileiros de bem, a construir um país melhor, mais humano, íntegro e civilizado, dirigido por pessoas das quais possamos nos orgulhar e não nos sentirmos profundamente envergonhados, como hoje acontece.

Que nos sirva de inspiração, incentivo e fecho deste manifesto a seguinte frase do escritor e analista econômico e político sul-africano, Leon Louw: “Se conseguirmos fazer avançar a multidão na direção certa, os políticos não terão outra alternativa senão sair à sua frente.”

Blumenau, SC., Julho de 2009.
Hézio Araújo de Souza
Presidente 2009/2010

A utilização, divulgação e reenvio do manifesto são livres, citada a fonte.

29.7.09

28.7.09

Intocáveis brasileiros estão desmoronando


Se você é mais um daqueles inconformados com a ditadura imposta ao futebol pela CBF (leia-se Ricardo Teixeira e antes dele João Havelange), encastelados como imperadores arrogantes e donos da verdade absoluta dentro dos seus redutos dourados, saiba que finalmente Ricardo Teixeira, perdeu uma ação contra o jornalista Paulo Cezar de Andrade Prado - autor do blog do Paulinho.
Por ter se ofendido com os termos "Barão de Munchausen" e "Casa Bandida do Futebol", utilizados em um dos posts de Paulinho, Teixeira impetrou ação no Fórum da Barra da Tijuca pedindo indenização por danos morais. A juíza Cíntia Souto Machado de Andrade Guedes pontuou que "a garantia de liberdade e manifestação de pensamento são princípios constitucionais e devem ser respeitados"
Ricardo Teixeira foi condenado, em primeira instância, a pagar os encargos advocatícios de Paulinho, decisão essa ironizada pelo jornalista em seu blog. "Foi condenado [Ricardo Teixeira] a pagar as custas do processo, além de me proporcionar enorme prazer em poder derrotá-lo", escreveu.
Paulinho: o prazer é todo nosso!

A primeira impressão é a que fica

video

Levar a filha ao shopping pode se tornar perigoso, principalmente se a primeira impressão de um policial estiver errada. Comercial da Ameriquest, que oferece empréstimos e hipotecas.

Novo leão-de-chácara brasileiro

Este é o VANT - Veículo Aéreo Não Tripulado, que vai passar a tomar conta das fronteiras do Brasil, somando informações e imagens para melhorar a vigilância. É quase como um leão-de-chácara de boate, com a diferença de que não anda armado, não atira, não bate e nem mata jovens. Será que funciona?

27.7.09

Afinal, qual é o emprego ideal?

video

O serviço do vizinho sempre é melhor do que o seu. Esse cara não aguenta mais o trabalho. Quem se habilita? Favor manter-se na fila. Só serão entrevistados os primeiros 3.750 candidatos.

24.7.09

Plano de Governo de Londrina

Lembrei-me dia desses que, há várias eleições, o Brizola lançou-se como candidato a presidente. Preparei, por brincadeira, um livrete com a foto dele na capa e o título “Brizola – Plano de Governo” e fui mostrando aos amigos. Quando eles abriam o livrete, só encontravam páginas e mais páginas em branco.
- Mas cadê o Plano de Governo do Brizola? – perguntavam-me
- É exatamente esse – eu respondia – Não existe nenhum!
Essa lembrança me ocorreu observando aqui em Londrina o prefeito Barbosa Neto colocando seu plano de governo em ação. Não existe nenhum plano!
Londrina é uma cidade privilegiada de 500.000 habitantes, nem pequena demais para sofrer com problemas de arrecadação insuficiente, nem grande demais para apresentar problemas inadministráveis. Uma cidade rica, com largos investimentos na construção civil, moderna, famílias morando em condomínios horizontais luxuosos, carrões, escolas invejáveis, várias universidades, shoppings, lojas, Londrina exala poder e dinheiro. Seria um laboratório perfeito para um Administrador com “A” maiúsculo exercer a prática política, com excelentes idéias e grandes realizações.
No entanto, o que se vê é mais um prefeito repetindo historicamente exatamente a velha rotina que já veio sendo realizada há anos. Tapando buracos com a mesma massa asfáltica de 1970, que se dilui às primeiras chuvas. Discutindo apenas hoje o problema de tarifas de transporte público, situação que se arrasta há anos, sem planos concretos para resolver o impasse. Assistindo de longe os mesmos postos de saúde entulhados de doentes, esperando em filas enormes para serem atendidos.

Vazio de idéias arrojadas quanto a turismo, a investimentos, a parcerias, a propostas, a soluções, ao novo.
O prefeito já teve por duas vezes a oportunidade de preencher as páginas em branco da sua proposta de governo: foi candidato no 1º. turno (derrotado) e foi novamente candidato no 3º. turno, quando venceu a eleição. Chegou ao poder com as páginas do seu programa totalmente em branco.

Completam-se agora quatro meses de gestão - e de novo, novo mesmo, existe apenas o rosto do prefeito.
É uma pena.
Sou de opinião que todos os candidatos a cargos públicos (e dirigentes de clubes de futebol) deveriam obrigatoriamente passar por um curso de gestão administrativa. No mínimo, para aprender a montar um plano de governo.
Pois do jeito que as coisas caminham, o brasileiro já está se cansando em ver capas com fotos de candidatos a cargos eletivos, acompanhadas do título “Plano de Governo”... mas com páginas e mais páginas absolutamente em branco.

22.7.09

Isto sim, é mágica!

video

Onde está o brasileiro com “B” maiúsculo?

Onde está o brasileiro que teve a coragem de se levantar contra a ditadura getulista nos idos de 1932?
Onde está o brasileiro que participou com honras e orgulho das tropas aliadas na 2ª. Grande Guerra contra o mentor e gestor do Holocausto?
Onde está a estirpe política que lutou pelas “Diretas Já”?
Que enxotou o maluco Collor da presidência?
Que rasgou a cor vermelha da política de um tal de Jango?
Que colocou nosso país de volta ao caminho da democracia?
Hoje nós todos permanecemos acovardados, acomodados, assistindo às bandalheiras perpretadas pelos lulas, renans, dirceus, sarneys, dilmas, petistas, pecedobeistas, mstistas e suas gangues, uma coleção de crápulas, delinqüentes e aproveitadores de um sistema podre, praticando ilícitos que chegam às raias do nonsense, rindo nas nossas caras, ignorando-nos como seres pensantes, aproveitando-se do nosso silêncio e da nossa inércia e vivendo nababescamente do dinheiro roubado dos nossos impostos e trabalho suado.
Quando os cabeças pensantes recomeçarão a pensar e, principalmente, agir para mudar essa situação que nos envergonha perante nossos filhos e netos?
Quando?

21.7.09

Cada louco com sua mania


video

Comercial criado como se fosse um vídeo amador feito na Alemanha, documentando um inventor muito louco. Ele só queria que os carros diminuíssem a velocidade ao passar em frente à sua casa... Está internado!

20.7.09

Bota calor nisso

Em virtude de forte onda de calor no norte e leste da China, onde as temperaturas passaram bem acima dos 40 graus, moradores de Dalian se aglomeram na praia e no mar para buscar se refrescar.

Foto AP - Notícia da Suddeutsche, DE. Do correspondente especial de Bahr-baridades na Alemanha

Notícias sarneyianas de hoje (leia-se corrupção)

Da Folha de São Paulo

1 - Fernando Sarney (filhinho do Sarney) foi indiciado anteontem sob acusação de ter cometido quatro crimes: formação de quadrilha, gestão de instituição financeira irregular, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Ele é alvo de cinco inquéritos abertos pela PF -a principal linha de investigação apura a prática de tráfico de influência supostamente exercida por Fernando para beneficiar empresas privadas em contratos com o governo.

2 - A Abom (Associação dos Amigos do Bom Menino das Mercês), entidade de assistência social controlada pela família Sarney, repassou ao menos R$ 130 mil que recebeu da Eletrobrás a título de patrocínio cultural para a empresa de uma ex-assessora de Roseana Sarney (PMDB-MA) e para a própria família. Segundo a reportagem, o dinheiro é parte dos R$ 400 mil dados à Abom em dezembro de 2008 para o auto de Natal "Canto de Luz", encenado na sede da Fundação José Sarney, em São Luís. A Folha informa que a maior fatia dos recursos (R$ 83,1 mil) foi para a Sacada Eventos e Produções, empresa de Marizinha Raposo, produtora cultural local. Nos últimos quatro anos, Marizinha também recebeu R$ 2.800 mensais do Senado como assessora parlamentar do gabinete da então senadora Roseana.

3 - A Polícia Federal abriu inquérito no dia 17 de junho para investigar a ampliação do aeroporto internacional de Macapá (AP), principal obra pela qual o presidente do Senado, José Sarney (PMDB), trabalhou para viabilizar na capital do Estado que o elegeu. A ampliação parou após o tribunal descobrir problemas no contrato e na execução, entre eles, um sobrepreço de pelo menos R$ 17 milhões. Incluído no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), o empreendimento foi inicialmente orçado em R$ 112 milhões. A Folha informa que a obra transformou-se em um imenso esqueleto de concreto, abandonado há mais de um ano, tomado pelo mato e, segundo auditoria, com sinais de deterioração. A ampliação foi um pedido pessoal do senador ao presidente Lula.


América Latrina


Se nós no Brasil nos queixamos do baixíssimo nível da educação escolar, saiba que pelo menos as crianças recebem algumas noções de Geografia Geral, aprendem que existe em algum lugar do mundo um país chamado Inglaterra e ouviram falar vagamente da Rainha, do Big Ben e de Londres.
Pois naquele país que se diz civilizado, as pessoas desconhecem tudo o que extravasa suas fronteiras e imaginam que nosso país é a latrina do mundo. Caso contrário elas não teriam enviado containers e mais containers de lixo para o Brasil.
Está certo que aqui já existam excrementos como o PT, Lula, Jader Barbalho, Renan Calheiros, Sarney, Collor e tantos outros – mas a quantidade é mais do que suficiente para nosso uso.
Agora não sei por qual associação de idéias me lembrei do governador Requião comendo mamonas – infelizmente não fizeram mal a ele, deve ter um estômago de ferro – e agora fico imaginando se não seria uma ótima idéia exportar mamonas lindamente embaladas para os ingleses degustarem no chá da tarde. Seria um toque de fino humor inglês para evitar que nos enviassem mais lixo.

19.7.09

Com Tomaz

Recebi um e-mail perguntando quem seria o tal Tomaz que estaria se aproveitando das verbas públicas junto com a Sarneyzinha.
É que o título “Sarneyzinha, aproveitadora contumaz” infelizmente pirou a cabeça do leitor que me enviou o tal e-mail. Ele achou que a Sarneyzinha estaria se aproveitando da grana junto com algum Tomaz.
Esclareço que se houve alguém que se aproveitou, junto com a Sarneyzinha, de verbas públicas, não foi nenhum Tomaz (pelo menos que se saiba) e sim um tal de Murad, marido ou ex-marido daquela mulherzinha.
O que não é de se surpreender: afinal, toda a família Sarney – ele próprio, filhos, genro, e quem sabe mais quem, têm se locupletado indevidamente do dinheiro público há décadas. È só ler as notícias nos jornais.
É por isso que o Maranhão é um dos estados mais ricos e avançados do Brasil (sic).
Eu só queria me lembrar de quem foi o ingênuo que convidou o Sarney para fazer parte da Academia Brasileira de Letras, que está conspurcada com a sua presença. E por favor, não me perguntem se spurcada tem a ver com gripe suína!

Só a vasectomia como solução

video

17.7.09

Concurso Talentos da Maturidade

Neste ano, o Concurso Talentos da Maturidade abriu espaço para que os internautas possam conhecer os candidatos cantores, pintores, contistas e poetas participantes, antes da decisão do júri.
Se você quiser ler meu conto “Quatro Fragmentos”, acesse
http://www.talentosdamaturidade.com.br/jotabahr, clique no quadrinho, abra o arquivo, leia o conto, comente e se quiser, dê sua pontuação.
"Quatro fragmentos" retrata quatro personagens que foram muito marcantes no início da minha vida profissional em São Paulo, levando-me a entender as diferenças humanas, a malandragem, a vida desregrada e a inaptidão profissional.

16.7.09

Maciez de pele. Quem não gosta?

video

Mensagem com destino certo

“Poesia Exploratória”
Quem alisa meus cabelos?
Quem me tira o paletó?
Quem, à noite, antes do sono,
Acarinha meu corpo cansado?
Quem cuida da minha roupa?
Quem me vê sempre nos sonhos?
Quem pensa que sou o rei desta pobre criação?
Quem nunca se aborrece de ouvir a minha voz?
Quem paga o meu cinema, seja de dia ou de noite?
Quem calça os meus sapatos e acha meus pés tão lindos?
Eu mesmo.

Millor Fernandes, 02/12/1945

15.7.09

Steve Martin como mágico

video

Internet, e-mails e a língua portuguesa

Texto apresentado em 12/07/09 na Academia de Letras,
Ciências e Artes de Londrina

Na introdução do meu livro de contos “Encontro na barca e outras histórias de bahr” incluí alguns dados publicados na Revista Veja daquele ano (2005) reportando que 91% dos alunos da rede pública, ao terminarem o ensino fundamental, simplesmente não conseguiam compreender os textos que liam.

Suspeito que nada tenha mudado nestes quatro anos. Temo que não sejam apenas os alunos do ensino fundamental que tenham essa dificuldade. Quando leio alguns e-mails de estudantes universitários e até de profissionais formados comentando artigos publicados nos meus e em outros blogs, fico estupefato com as conclusões absurdas que emitem, geralmente fora do contexto principal do tema... sem contar o português pessimamente escrito. Essas pessoas aparentemente não entendem nada de sátira, duplo sentido, escárnio, paródia ou de interpretações pessoais nos textos. São apenas leitores, no sentido literal.

Essa incompreensão deve ter origem na falta de leitura das pessoas e nas deficiências do ensino. É por isso que os jornais de Londrina e provavelmente de outras cidades menores, apresentam tantos erros de escrita nas cartas, nas opiniões dos leitores e até nos artigos dos próprios jornalistas. Concordância, palavras e frases erradas, além de tempos de verbos mal utilizados surgem com uma frequência assustadora.

Além disso, a informalidade dos e-mails e comentários postados via internet não deveria ser confundida com a liberalidade de utilizar um linguajar chulo, ofensivo e pleno de erros, como muitos fazem.

A tal alfabetização em massa apregoada pelo governo, não deixa de ser um engodo, pois poucos conseguem escrever algumas frases além do próprio nome. Vários professores universitários com quem conversei, já ficaram rubros de raiva em alguma ocasião, ao revisarem provas e dissertações de seus alunos.

Está mais do que na hora de o governo estabelecer certos protocolos mínimos para o ensino do português, que sirvam de norte para todas as escolas. A língua é o maior tesouro de uma nação. É a língua bem escrita e bem falada que abre as oportunidades de emprego, convivência, sucesso e realizações das pessoas.

Espero que não seja a minha intolerância causada pela idade ou então as grossas lentes dos meus óculos, que me impeçam de enxergar, talvez, o futuro da comunicação entre as pessoas. Estarei eventualmente ignorando que essa linguagem misturada a hieróglifos, símbolos, sinais, erros e palavrões seja a nova linguagem internacional, o substituto do esperanto criado em 1887 por Ludovic Lazarus Zamenhof, que deveria unir todos os povos do mundo?

Para demonstrar que a ignorância grassa, aí vão alguns laudos cheios de graça escritos por peritos e que um amigo me enviou por e-mail:

- Laudo de perito judicial descrevendo um barracão:"um barracão com pé direito de 5 metros e pé esquerdo de 4 metros"

- Avaliação feita por um oficial de justiça:"um crucifixo, em madeira, estilo country - colonial, marca INRI - sem número de série"

- Frase de um termo de encerramento de laudo judicial de um processo na Vara Cível do Fórum João Mendes em São Paulo: "Os anexos seguem em separado".

Relatório de um perito do Banco do Brasil:"Visitamos um açude nos fundos da fazenda e depois de longos e demorados estudos constatamos que o mesmo estava vazio".
JEB

13.7.09

O mundo já não é mais o mesmo

video

Sarneyzinha, aproveitadora contumaz

Esta reprodução é da Revista Veja, maio de 1986. A Sarneyzinha tão meiguinha já se aproveitava do nosso dinheiro, tendo sido efetivada no Senado sem concurso público, à revelia da lei, graças a um dos incontáveis trens da alegria criados por aquela casa. O clã Sarney governa em causa própria há muito tempo. Só os seus eleitores não enxergam. Xô, Sarneys!!!!!

12.7.09

Poluição visual em Londrina


Veja no blog Visual de Londrina (http://visual-de-londrina.blogspot.com/) minha entrevista concedida ao Jornal da ACIL (Associação Comercial e Industrial de Londrina) abordando a expansão da poluição visual na cidade, pela proliferação de outdoors, front-lights, luminosos, placas e outros penduricalhos. O prefeito de Londrina enviou um projeto à Câmara dos Vereadores para tentar implantar a "Cidade Limpa".

10.7.09

Ótima viagem para você

video

Não se esqueça de checar o brevê do piloto!

Dinheiro: onde o Brasil gasta?

O Brasil quer patrocinar a próxima Copa do Mundo.
O Brasil tem dinheiro para reconstruir dezenas de estádios.
O Brasil está gastando fortunas para manter os mais de 500 deputados federais
O Brasil está financiando todas as divertidas viagens do Lula e comitivas.
O Brasil todo está vendo milhões jorrarem pelos ralos sórdidos do Senado.
O Brasil tem caixa para bancar os cargos remunerados do pessoal do PT.
O Brasil tem muita grana para esconder em cuecas, pagar mensalões e torrar em publicidade.

Mas...

O Brasil não tem verbas para vigiar as fronteiras.
O Brasil não tem verbas para atender a população doente.
O Brasil não tem verbas para pavimentar as estradas federais.
O Brasil não tem verbas para agilizar a justiça.
O Brasil não tem verbas para acabar com o desmatamento.
O Brasil não tem verbas para conservar seu patrimônio histórico.
O Brasil não tem verbas para atualizar as aposentadorias.
O Brasil não tem verbas para melhorar a educação básica.
O Brasil não tem verbas para acabar com os narcotraficantes.
O Brasil não tem verbas para acabar com a pirataria.

9.7.09

Julgando antecipadamente

video

Comercial de empresa de seguros, cujo mote é 'não julgar os seus futuros clientes antecipadamente'

Blog do Adonis também denuncia o caso da "coincidência"

Acompanhando o caso da extraordinária "coincidência" do comercial produzido pela Unaerp de Ribeirão Preto, com características idênticas às do comercial produzido pela agência catarinense Mediacom, que veiculara anteriormente o filme da Unochapecó, também o Blog do Adonis (http://aalonso.blog.uol.com.br/) divulgou a notícia da retirada forçada do vídeo pelo YouTube. A denúncia da “coincidência” fora publicada inicialmente pelo site “AcontecendoAqui”, de Santa Catarina.
O vídeo está acessível aqui no blog sob o título “Censura em Ação”.

8.7.09

Cidade dos dublês

video

Hermanito de Lula cassa 240 rádios

Na Venezuela, el pequeno dictador Chavez cassou a concessão de 240 emissoras de rádio ‘por não atualizarem suas informações cadastrais’.
Se você está chocado pela falta de liberdade naquele país, saiba que o bigodudo Sarney, atualmente presidente do Senado e envolvido em inúmeras irregularidades, pediu em 2006 o fechamento de blogs, jornais e mandou tirar do ar programas de rádio no Amapá – todos aqueles que lhe faziam oposição.
Sarney também conseguiu que vários jornalistas de lá perdessem o emprego, pagassem multas absurdas, impediu que abrissem pequenas empresas na área de comunicações e que obtivessem crédito e até empréstimos para tratamento médico.
Todos os coronéis que detêm o poder político se parecem. Só mudam os nomes.

7.7.09

Loiras têm mesmo cérebro?

video

Essa loira esqueceu a chave de casa. Óh, cabeça!

Censura em ação


O site “AcontecendoAqui” de Santa Catarina, publicou ontem a notícia de que Youtube solicitou a retirada do ar do filme que mostra lado a lado os comerciais das Universidades Unochapecó e Uniaerp, este último considerado plágio. A ação foi pedida pela produtora Ilha Produção.

“Na manhã desta segunda-feira, 06.07, recebemos uma notificação do Youtube para que retirássemos do ar o vídeo que mostrava lado-a-lado, os comerciais das Universidades Unochapecó e Uniaerp que, devido ao uso da mesma estrututra, linguagem, andamento, etc. está sendo considerado pela agência catarinense Mediacom, como plágio de um trabalho seu para a Unochapecó, cujo assunto foi aqui noticiado há duas semanas. Leia a seguir a primeira parte da notificação.


"Recebemos reivindicações de direitos autorais sobre o material que você enviou, como segue: de A Ilha Produção sobre o vídeo Plágio da Unaerp x Unochapecó - aconteceaqui ID do vídeo: QP2EEbwzXlI. Observação: as contas consideradas infratoras reincidentes serão encerradas. Exclua os vídeos dos quais você não possui os direitos autorais e não envie vídeos infratores."

O nosso blog "Bahr-baridades" publicou a matéria e o vídeo no dia 19/06 último, mas infelizmente o YouTube foi obrigado a retirá-lo do ar, o que o desconectou da nossa matéria. Entretanto, por termos o vídeo em nossos arquivos, estamos colocando-o novamente aqui para conhecimento dos leitores - até segunda ordem.

video

6.7.09

Um sujeito mau-caráter

video

Agências de propaganda brigam pelo bolo

Um bolo de quase meio bilhão de reais
Vai começar a guerra das agências por uma das mais vultosas contas de publicidade do país – a da Petrobrás. Dentro de um mês, a estatal bota nas ruas o seu edital de concorrência. A conta será dividida entre três agências, como já acontece há algum tempo. Quem levar abocanhará um contrato de 480 milhões de reais por dois anos, válido a partir de 2010, ano de eleição.
Veja, seção Radar, 08/07