20.6.09

Cópiando o pai: Sarneyzinha também em ação

Deu no Estadão:

“O Congresso abriga mais um exemplo ilustrativo do uso de dinheiro público para bancar despesas privadas da família do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). O mordomo da casa de sua filha, Roseana Sarney, ex-senadora e atual governadora do Maranhão, é um servidor pago pelo Senado. Amaury de Jesus Machado, de 51 anos, conhecido como "Secreta", é funcionário efetivo da instituição. Ganha, com gratificações, em torno de R$ 12 mil. Deveria trabalhar no Congresso, mas de 2003 para cá dá expediente a sete quilômetros dali, na residência que Roseana mantém no Lago Sul de Brasília.”

O que mais há para se comentar? Parece que a família do Presidente do Senado é useira e vezeira em se aproveitar do nosso dinheiro. A Sarneyzinha nos pegou para Cristo. Ou quem você pensa que está pagando esse Jesus?

Nenhum comentário:

Postar um comentário