22.4.09

Filhote do PT vira monstro

Sempre mimado, afagado e acarinhado pela turma do PT, o movimento dos sem-terra (MST) tem usado e abusado do seu “não direito” de infringir as leis.

O que já era abusivo - as invasões de terras -, quase todas produtivas, tornou-se um conjunto de crimes
, alguns não afiançáveis, como formação de quadrilha, sequestros, manutenção de reféns em cativeiro, cárcere privado, uso de armas, invasões armadas, destruição do patrimônio público e privado, assaltos e até atentados contra a livre imprensa.

Essa permissividade lulista resultou na transformação do filhotinho querido em uma Hidra, como a de Lerna, que era um animal fantástico da mitologia grega, com inúmeras cabeças de serpente. Talvez essa nova Hidra possua cabeças de dragão, pois vive expelindo fogo e tiros.

E volto a indagar: se bancos, empresas, indústrias e até edifícios públicos têm autorização para manter seguranças armados prontos para atirar em quem tentar uma invasão ou um assalto, POR QUE A PROIBIÇÃO DE OS FAZENDEIROS MANTEREM SEGURANÇAS ARMADOS EM SUAS TERRAS, prontos para atirar em invasores? Qual é o critério legal dessa diferença? Será uma lei exclusiva do governo lulista? Banco pode, fazendeiro não pode?

Nenhum comentário:

Postar um comentário