18.3.09

Sarney, Sarneyzinha, Murad, Mutreta.

O blog do Josias informa que Tião (Tião Viana, PT) se sentiu alvejado pelo grupo de Sarney e decidiu contar "tudo o que sabe" sobre o Senado.
"Me acusam de algo que não gerou um real de dano ao erário. Não está diante da minha filha uma mesa com R$ 1,3 milhão na gaveta, com a Polícia Federal ao redor", disse Tião.
De acordo com o blog, essa frase evoca o Caso Lunus, episódio ocorrido na campanha presidencial de 2002. "Candidata do então PFL, Roseana Sarney teve de renunciar à pretensão presidencial depois que, numa batida, a PF apreendeu R$ 1,3 milhão na empresa Lunus --tinha como sócio Jorge Murad, à época marido da filha de José Sarney", diz o blog.


Esse texto foi copiado inteiramente do Blog do Josias (Folha São Paulo).
E ainda tem gente me contestando sobre o que eu ando escrevendo sobre Sarney e Sarneyzinha!

Nenhum comentário:

Postar um comentário