16.2.09

Castelo do deputado Edmar Moreira

Falando do castelinho do deputado, a questão é muito simples:

1 – É só verificar quando foi construído, se antes ou depois do homem ter sido eleito deputado;

2 – Se foi construído antes, basta verificar a contabilidade das empresas, para saber se havia caixa para a construção;

3 – Se havia caixa, se tudo foi declarado à Receita Federal à época, se o INSS da construção foi recolhido, a propriedade é lícita;

4 – Se não havia caixa, se não utilizaram capital de outros investidores, a propriedade está irregular e ilícita;

5 – Se foi construído após o homem ter sido eleito, a verificação deve ser feita da mesma forma;

6 – Se a propriedade foi repassada para os filhos, deve ser verificada a documentação no Registro de Imóveis local e quanto foi pago pela transferência.

O deputado pode ter praticado atos ilícitos, mas que o castelo é soberbo... é!

Nenhum comentário:

Postar um comentário