21.10.08

Um olhar sobre o passado










Primeiro disco censurado no Brasil

Quando o “rock’n roll” surgiu nos Estados Unidos, uma das primeiras bandas a fazer sucesso no Brasil foi a de “Bill Haley e seus Cometas”. Era começo dos anos 1950.

Ganhei esse disco naquela época do meu pai – era o chamado bolachão de vinil. Nós tínhamos um enorme móvel Telefunken que continha rádio e toca-discos “hy-fy” (alta fidelidade). As caixas de som ocupavam mais da metade do móvel e o som era potentíssimo.

Quando coloquei o disco para tocar pela primeira vez, a forte batida da música espalhou-se através da janela, foi para a rua e minutos depois um grupo já se formara na calçada para ouvir empolgado aquele ritmo incrível, jamais antes escutado.

Poucos dias depois o governo brasileiro censurava o disco (posso estar enganado, mas nunca soube de algum outro disco censurado antes), pois junto com o novo ritmo chegava aquela dança “alucinante” que fazia rapazes e moças “balançarem os quadris de modo inadequado e indecoroso para a sociedade da época”.

Aliás, nos EUA o inesquecível Elvis também foi censurado, pois aquela mexida de quadril “impudica” ofendeu os puritanos, ao cantar seus sucessos de rock’n roll.

Bill Haley, Elvis Presley, Frank Sinatra, Nat King Cole, Louis Armstrong, Sarah Vaughn, Ella Fitzgerald e outros bolachões eram nossa fonte de prazer músico-dançante nos primeiros bailinhos da nossa adolescência (na verdade, saraus à tarde). Foi nesses bailinhos que aconteceram os primeiros beijos boca-boca e a inigualável sensação de sentir o calor, o aconchego e as curvas dos corpos das nossas belas parceiras.


Thanks, american singers!

(Guardei este e dezenas de bolachões com dezenas de sucessos musicais)

Nenhum comentário:

Postar um comentário