2.6.08

Congresso: menos senadores e deputados

Há meses venho publicando neste blog esta vinheta ilustrativa que pede a redução no número de deputados federais em nosso país. A vinheta foi conseqüência de um artigo acompanhado de gráficos com exemplos que mostravam essas distorções.

Não estou só nessa análise. O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) defende a redução do número de integrantes dos Legislativos federal e estadual. Um Parlamento mais enxuto, argumenta o senador, conseguirá realizar as atividades legislativas com qualidade e mais rapidez.

Apesar de Álvaro Dias reconhecer que a proposta não conta com o apoio de muitos parlamentares, afirmou acreditar que, com menos parlamentares, o Congresso Nacional poderá voltar a receber o respeito da população.

No estado de Roraima, um deputado federal representa 50 mil habitantes. No estado de São Paulo, um deputado representa 600 mil habitantes. Portanto, nós não temos uma autêntica representação popular. Há um desequilíbrio - exemplificou o senador.

O Senado passaria a ter dois representantes por estado - uma redução de 27 senadores, ficando com 54 membros - e a Câmara dos Deputados perderia 108 deputados, passando a um total de 405 integrantes. A Casa economizaria cerca de R$ 800 milhões já no primeiro ano.

- Com a redução, estaríamos substituindo quantidade por qualidade e a população teria maior interesse em acompanhar as atividades do Legislativo, distinguindo melhor os seus representantes - diz o senador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário