6.6.08

Delinqüentes modernos: quem são eles?

As notícias são assustadoras. Já não se fala mais tanto sobre batedores de carteiras, simples roubos, furtos de carros e outros crimes menores contra o patrimônio. Os veículos de comunicação agora nos dão conta de outras tantas atividades criminosas:

- procurador da justiça envolvido com pedofilia;

- diretor de presídio associado a traficante que mantinha em sua cela drogas, celulares, dinheiro, estoque de mantimentos, televisão, ventilador, todo o conforto e pasmem, de posse da chave da própria cela;

- ex-sindicalista, hoje deputado, dono de fazenda e de emissoras de rádio, envolvido em desvio de dinheiro do BNDES;

- funcionários do governo promovendo verdadeiras orgias de compras e festas com cartões corporativos;

- policiais envolvidos com milícias tipo máfia, extorquindo dinheiro de moradores à título de proteção;

- quadrilha formada por policiais, despachantes e dona de auto-escola vendendo carteiras legítimas de habilitação para analfabetos e pessoas que nunca dirigiram um veículo na vida;

- vazamento de informações sigilosas da Casa Civil do Governo, com interesses escusos;

- venda de empresa aérea falida para grupo estrangeiro, uma irregularidade constitucional, porém com o aval do governo;

A lista é bem mais longa. Mas só este rol acima já nos faz espumar de raiva, imaginando que uma porcentagem enorme de pessoas entra para o serviço público com a única preocupação de usar a máquina pública a seu favor e fazer rapidamente o seu pé-de-meia.

Foto: Blog do Negão

Nenhum comentário:

Postar um comentário