28.2.08

Não pode faltar no escritório

A maior piscina do mundo


Suas férias já podem ser programadas: a maior piscina do mundo fica no Chile.
Nem é preciso comentar, as fotos falam por si.
Única exigência: muita grana no bolso e no banco.





Internet por via elétrica no Paraná

Uma grande (será boa?) novidade está para ser testada em alguma cidade do Paraná, ainda não escolhida: a instalação e teste de equipamentos que permitirão a um domicílio ter acesso, em banda extra-larga, à internet e a serviços de telecomunicações, utilizando a fiação de energia elétrica como caminho. Os testes serão conduzidos pela Copel, concessionária de energia paranaense.

Será utilizada a tecnologia PLC (Powerline Communications), que transforma a rede elétrica do domicílio numa rede de dados, fazendo das tomadas de energia portas de entrada para serviços como telefonia, conexão com internet e TV a cabo. De acordo com informações da Agência Estadual de Notícias, o sistema PLC já é realidade em mais de 40 países e vem sendo explorado comercialmente em pelo menos 20 deles.

Os testes terão início nos próximos meses.

Resta saber se o sistema será bom e barato para o consumidor.

Deu na Folha de Londrina, 28/02/09

Entidades de Londrina lançam movimento "Cana Neles"

Indignados com as últimas denúncias apresentadas contra alguns vereadores da Câmara de Londrina, os representantes de entidades de classe da cidade lançam uma nova edição do movimento "Cana Neles".

O mesmo tipo de mobilização ocorreu quando o ex-prefeito de Londrina, Antônio Belinati, foi cassado, acusado de corrupção. Com este movimento, as entidades querem alertar o público sobre o que vem sendo denunciado e investigado pelo Ministério Público (MP) em relação ao exercício dos mandatos dos vereadores.
A primeira manifestação pública do movimento "Cana Neles" está prevista para a manhã de sábado (1º) no Calçadão, Centro de Londrina.

Nota do Blog: O exemplo vem lá de cima. Se o Executivo pode, se o Legislativo pode e se algumas figuras do Judiciário podem, por que as figurinhas (em grau de hierarquia) aqui de Londrina não podem? Parece tão simples!

25.2.08

Caminhando cedo em volta do Lago Igapó

Os dois provectos senhores passam conversando. Business, saúde ou mulheres? Eu aposto na segunda hipótese.

Mulheres caminhando em grupo. Como falam... Sempre entra a palavra “ele” na frase. Mulheres não falam sobre mulheres, a não ser que sejam suas rivais.

As gordinhas também caminham. Noto que diariamente são caras novas, elas dificilmente persistem. Invariavelmente após suas passagens, resta no ar um doce olor de perfume.

Jovens garotas correm em grupo. Riem, se divertem. Todas, invariavelmente, de leggings e blusas pretas. A moda é mais importante do que a saúde.

Cruzo com uma beldade loira, longas pernas, shortinho preto curto. O que quer que tenha procurado ao redor do lago, ela achou. Fosse apenas condicionamento físico, topar com pessoas, se exibir, ou principalmente, encontrar seu par. A beleza abre todas as portas.

Senhoras nem tão jovens caminham alegres, sorridentes, em grupelhos ou sozinhas. É a nova realidade da 3ª Idade. (Até rimou!).

Passam os aficionados. Dia após dia, chuva, sol, frio ou calor, infalivelmente, correm e suam a camisa para manterem a forma física. Eu os invejo.

A moda, sempre a moda: mulheres caminhando ou correndo com o mp3 player conectado e um saiote cobrindo os bumbuns – vestidas de preto, obviamente.

Lá vem a nipônica. Linda, um tipo diferente, formas perfeitas. Cruzo com ela há meses. Cara séria, nem um sorriso, nem um “bom-dia”. Que pena. Será que um dia chegarei a ver alegria em seu rosto ?

20.2.08

Testemunha da história do São Paulo Futebol Clube

Se alguém duvidava de que eu era fanático por futebol, as dúvidas se acabam aqui.
Pois aí está, registrada em fotografia, a visita do autor deste blog ao Estádio do Morumbi, nos idos de 1957, ainda em construção, para assistir ao primeiro treino do Mestre Zizinho no São Paulo e também conferir se minha cadeira cativa já estava à disposição. Estava!
Naquele ano, com Zizinho e o técnico húngaro Bela Gutman, o tricolor foi campeão paulista.
Era bom ser são-paulino naqueles anos.

É óóóótimo continuar são-paulino hoje!

5.2.08

Caros leitores:

Tenho recebido inúmeros e-mails de leitores e leitoras, com perguntas sobre os mais variados problemas pessoais e profissionais. Eles esperam que eu possa dar-lhes respostas satisfatórias e colaborar para encontrar soluções que melhorem suas vidas.
Não sei se as perguntas chegam até mim pelo fato de meus cabelos serem brancos, ou por ser publicitário e escritor (e as pessoas imaginarem que nestas atividades sabemos um pouco de tudo), ou ainda, por abordar neste blog temáticas tão diversas como literatura, política, histórias, artigos e comentários.
Ou, quem sabe, essas perguntas terão sido motivadas por uma eventual empatia desenvolvida à distância? São as surpresas e as interrogações motivadas pela internet.
Titubeei muito antes de criar a coragem de responder a cada um e tentar ajudá-los em suas crises e dúvidas. Enfim, decisão tomada, espero ser útil com a publicação das suas perguntas e minhas respostas.
Em nenhuma hipótese aparecerão os nomes dos remetentes, que serão identificados apenas pelas iniciais.
Para acompanhar as perguntas e respostas, clique no link abaixo; você será automaticamente direcionado para

3.2.08

Enquanto isso, no Palácio

"Alegria, zente, alegria! Eu pago tudo
com meu cartão corporativo, çabe?"

E no Bar do Zé

Charge de Néo Correa

2.2.08

Varrendo a corrupção para baixo do tapete


Deu na Folha de São Paulo:

“Governo se move para abafar CPI
dos Cartões Corporativos”
O Presidente Lula vai cobrar fidelidade dos seus aliados para tentar evitar uma CPI que alguns poucos parlamentares honestos pretendem criar. Os cartões corporativos do governo foram usados de forma irregular pelos ministros Matilde Ribeiro (Igualdade Racial), Orlando Silva (Esporte), e este que é um dos mais importantes do governo Lula: Altemir Gregolin (Pesca).

Projeção otimista: os três ministros devolverão a grana e a CPI não vai dar em nada.

Projeção pessimista: vão faltar lulas para o jantar no Palácio.



1.2.08

Eu quero esse cargo


Não deu outra: Matilde Ribeiro saiu da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial. Ela não teve ginga suficiente para saber que o cartão corporativo do governo pode ser usado sim, mas com “jeitinho”. Pois as despesas dela em 2007 somaram R$ 171 mil. Só com o aluguel de carros ela torrou R$ 110 mil e mais R$ 5.000 em restaurantes.
A outra bobeada: quando estava em férias. Matilde usou o cartão corporativo para pagar despesas de R$ 2.969,01
Oh, Matilde. Que pena, a festa acabou. Outro cara vai pegar o seu lugar.
Projeção positiva: o Lula vai me nomear para o cargo e eu só irei torrar a metade das despesas com o cartão corporativo, para ninguém reclamar.
Projeção negativa: não serei nomeado e o felizardo escolhido vai ser ainda mais malandro do que a ministra, gastando o dobro, sem deixar rastros.

O ato de escrever (15)

Primeiro apure os fatos.
Depois, pode distorcê-los
à vontade.
Mark Twain