8.11.07

Moscou está virando “Central de Envenenamentos”


Primeiro foi o ex-espião russo Alexandre Litvinenko, que morreu em Londres e deixou uma carta culpando o presidente da Rússia, Vladimir Putin, por sua morte causada por envenenamento.
Agora, nos chega a acusação feita pelo tenista alemão Tommy Haas que acredita ter sido alvo de envenenamento durante a disputa das semifinais da Copa Davis, contra a Rússia, em setembro, em Moscou.
Número um de seu país, Haas não pôde disputar seu jogo de domingo contra Mikhail Youzhny por problemas estomacais. Substituído por Philipp Petzschner, a Alemanha perdeu a partida. A Rússia venceu o confronto por 3 a 2.
"Nunca havia me sentido tão mal como naquela noite", afirmou Haas à agência alemã de notícias SID. "Naquela noite, passei seis horas no banheiro e pensei que tinha chegado a minha hora." Os medicamentos e as injeções receitadas pelo médico agravavam seu estado.
Ele suspeita como foi envenenado. "Sou o único do time que sempre toma café e pede sobremesa." Um russo o procurou e levantou a suspeita do envenenamento.
Parece que a velha Guerra Fria foi substituída por alguns frasquinhos de veneno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário