22.8.07

Polícia Federal comprova: Renan mentiu


O Ministério Público Federal abriu ontem, 21/08, um inquérito para investigar suspeitas de enriquecimento ilícito, uso de documentos falsos, prevaricação e crime financeiro que pesam contra o senador Renan Calheiras.

Foi provado que Renan maquiou o patrimônio para justificar o pagamento da pensão, mas na ânsia de provar sua inocência a todo custo, não tomou o devido cuidado para que as contas fechassem.

Pois os documentos apresentados não provam que ele vendeu o gado, muito menos nas quantidades que afirma. Em outras palavras: ele não conseguiu provar que, das receitas recebidas, tenha ampliado tanto seu patrimônio, pago os valores declarados à ex-amante e possuído o número de bois no pasto que alegou.

E agora, senhores senadores: a casa vai continuar abrigando esse indivíduo, ainda mais na posição de Presidente do Senado – um dos mais altos cargos públicos da nação - ou terá a postura ética que lhe compete e despachá-lo para casa, ou melhor para sua fazenda, ao lado dos seus “milhares” de bois?

Nenhum comentário:

Postar um comentário