12.6.07

São Paulo sem outdoors

Vou ser xingado pelos meus colegas publicitários de São Paulo. Estive circulando pela cidade nestes feriados e devo confessar: a cidade ficou muito mais bonita sem aquela penca de outdoors, cartazes, banners, faixas, placas, cavaletes nas portas de restaurantes, posters, letreiros nas paredes e toda classe surrealista de “idéias” de poluição visual, cujo conjunto só desafinava, pois se tornara praticamente impossível identificar ou memorizar qualquer mensagem no meio daquela mistura de informações.
Agora os proprietários do comércio serão obrigados a restaurar e pintar suas fachadas, algumas deterioradas pelo tempo e outras que há anos escondiam falhas, rachaduras, trincas e ameaças nas construções, só agora reveladas.
O verde ganhou destaque na paisagem urbana. Colabora também a limpeza das ruas e avenidas, que parece ser prioridade na atual administração.

O lado negativo da história é o aumento das pichações. Tornou-se moda pichar as portas das garagens das residências com aqueles dizeres e sinais caóticos e indecifráveis. Além disso, parece haver uma disputa entre os pichadores para ver quem picha mais prédios, cujos dois ou três primeiros andares estão sendo cada vez mais emporcalhados. Os vândalos disputam também a façanha de sujar os andares mais altos.
Aos colegas publicitários cabe agora cair na realidade: o todo é muito mais importante do que a parte. Vamos tratar de bolar comunicações bonitas e eficientes respeitando as normas e dimensões estabelecidas pela Prefeitura.
Para quem gosta
de desafios é um prato cheio.
Quem se interessar, que dê um pulinho em Copenhagen, Dinamarca. Lá, a comunicação visual é bolada por especialistas que se
guem rigidamente as normas e produzem peças belas e eficientes. Valorizam mais as vitrines, os produtos das lojas, a iluminação – e tudo se complementa com a comunicação visual.
E as lojas vendem muito bem, obrigado.


JEB
P.S.: Meus amigos paulistanos que me perdoem: não houve tempo hábil para visitá-los. Na próxima, nos veremos com certeza!

Um comentário:

  1. Júlio,

    eu concordo com vc, São Paulo está ficando mais bonita e arejada. Agora nosso prefeito , verdadeiro foco de DEM, pretende atacar a poluição atmosférica. Que Alá o abençoe com o sucesso.

    Sudaia

    ResponderExcluir