15.6.07

Cotia continua a mesma...


Passei por Cotia nos feriados de Corpus Christi. A cidade onde residi por uns 12 anos continua a mesma, indo de mal a pior.
A única melhoria foi em relação à Rodovia Raposo Tavares, que agora passa por cima do centro de Cotia, numa espécie de Minhocão paulistano. Assim, quem vai ou volta do interior, ganha tempo e não se aborrece mais com os semáforos, obstáculos, paradas de ônibus, pedestres atravessando a rodovia de um lado para outro, carros estacionados, etc.
Entretanto, a poluição visual na cidade e no seu entorno está cada vez pior, horrorosa, amadorística, lastimável.
Pelos lados que percorri, várias ruas permanecem sem calçadas para a circulação de pedestres, outras tantas são ainda de terra, há muita sujeira, o trânsito está caótico, as vans de lotação abusam da velocidade, transportando – como sempre - passageiros além do limite. Não vi sinal de fiscalização.
Em várias áreas laterais à estrada, é visível o desmatamento para a implantação de condomínios ou construção de galpões. Parece não haver (ou ser respeitado) qualquer gabarito, além de se avistarem aqui e ali recuos ou avanços desordenados das construções, muitas delas subabitações. Subabitações e favelas que se destacam nos morros e em muitas quebradas ao longo da rodovia.
Talvez seja por isso que o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de Cotia seja de 0,826, bem distante de São Caetano (0,919) e até de Santos(0,871), cidade portuária, muito maior do que Cotia.
Dentre tanta poluição visual, não consegui detectar informação sobre qualquer programa cultural para a população. Provavelmente, Cotia continua sem cinema, sem teatro (com exceção da Granja Viana) e sem Secretaria da Cultura. Grande parte da população não conhece peças de teatro, apresentações de orquestras, balé, oficinas de arte e de literatura, jazz, música clássica e tudo aquilo que concerne à cultura de uma cidade do Século XXI – apesar de estar a menos de 30 km de São Paulo, um centro cultural por excelência.
Faltam idéias, falta vontade, falta inteligência, faltam realizações, faltam objetivos.
Em suma, entra prefeito, sai prefeito... Cotia continua muito feia. E bota feia nisso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário