10.5.07

Enquanto chega o Papa, a Câmara faz caca.



Atenções desviadas para a chegada do papa a São Paulo, o Chinaglia (PT) aproveitou e conseguiu o que queria: aumentou em 28,05% os vencimentos dos colegas, os “nobres” deputados, ministros, presidente e vice. “Não é reajuste, é só reposição”, alegou. Os deputados nem participaram, só os líderes dos partidos votaram.
Enquanto isso, os aposentados... 3,3%.
A inflação dos aposentados é diferente da inflação dos deputados.
Para coroar o dia, a notícia mais comentada foi a briga do “nobre” deputado Clodovil com a “nobre” colega Cida Diogo, dizendo-lhe cara a cara que “ela é tão feia que não serve nem para ser prostituta”. Assunto de suma importância, que paralisou a Câmara por um longo tempo.
Câmara que deveria estar mais preocupada com a queda do Brasil no ranking internacional de competitividade, pois estamos caindo, caindo, caindo... Da 44ª posição em 2006, escorregamos mais ainda, chegando à 49ª em 2007. Estamos nos afastando a passos largos e rápidos dos países desenvolvidos e produtivos.
E viva a Câmara dos deputados!

JEB

Nenhum comentário:

Postar um comentário