30.4.07

Isto é desadministração!

Desadministração não existe no dicionário.
Mas existe na triste realidade brasileira.
Desadministração é a fusão de desastre + administração.
É claro que falo da administração pública!
Pois foram os vários governantes municipais que desadministraram São Paulo.
Jânio Quadros, Paulo Egídio, Faria Lima, Paulo Maluf, Reynaldo de Barros, Erundina, José Serra, Marta e outros tantos, apesar de todo prestígio que os cerca (ou cercava), foram alguns dos maiores responsáveis pela desadministração de São Paulo.
Deixaram São Paulo se transformar em uma cidade triste, feia, pichada, cercada de favelas por todos os lados.



A foto antiga é de 1940. O mesmo edifício dos Correios ainda está de pé até hoje, na Av. São João esquina com o Vale do Anhangabaú.
Naquela época as favelas só faziam parte do folclore e das alegres músicas de carnaval, criadas por sambistas cariocas. “Lata d’água na cabeça, lá vem Maria”, “Conceição... vivia no morro a sonhar” e tantas outras.


Século XXI: a foto mais recente é a mesma cidade de São Paulo, cercada por favelas de todos os lados. Essa é a favela Paraisópolis, no chique Morumbi.
Mas não é só o Morumbi que tem a honra de conviver ao lado de favelas: você certamente já ouviu falar das favelas de Heliópolis, Vila Olímpia, Pantanal, Real Parque, Grajaú, Vergueiro (a primeira favela de São Paulo), Buraco Quente e de outras mil ou até mais.
Em fevereiro de 2003, a Folha de São Paulo já publicava um artigo em que, junto com a Unicamp, contabilizava 464 favelas na cidade de São Paulo. Pior: surgiam mais oito novas favelas todo dia.
Para nosso azar, governantes sérios só existem na Suíça, Canadá, Austrália, nos países nórdicos e em parte dos países desenvolvidos.
Aqui só sobraram os desadministradores, mais interessados no voto do povo do que na sua qualidade de vida. Se houvesse dirigentes sérios em São Paulo (e na maioria das cidades brasileiras), não haveria favelas, nem invasões, nem vendas de lotes ilegais, nem construções em áreas de preservação ambiental. Trilhamos um caminho sem retorno.
Faça uma projeção de São Paulo para os próximos 10 anos. O que seus filhos e netos podem esperar dessa cidade?
Assim como outros tantos, sou mais um paulistano triste, que um dia amou sua cidade, mas que perdeu seu espaço, fugindo de uma terra de ninguém para uma cidade com muito melhor qualidade de vida e a expectativa otimista de que uma parte do Brasil ainda não esteja perdida. E por favor, que por aqui não apareçam os desadministradores!

JEB

27.4.07

26.4.07

O Congresso vai abrir duas caixas pretas. Vai mesmo?




Depois que o PT conseguiu obstruir a instalação da CPI do chamado “Apagão Aéreo” na Câmara dos Deputados, a justiça finalmente decidiu a favor da oposição: a CPI pode ser instalada. Agora, o Chinaglia, Presidente da Câmara, tem prazo certo para iniciar os trabalhos.
Ao mesmo tempo, o Senado, que não tem a maioria vermelha do PT, decidiu instalar outra CPI sobre a mesma matéria. Sem interferência do partido do governo.
Marketing individual à parte, as duas CPIs chegarão a várias conclusões. E podemos estar certos, a abertura das duas caixas pretas vai nos revelar incompetência, falta de investimentos, insuficiência no número de controladores de tráfego aéreo, brigas por cargos, favorecimentos, irregularidades em vôos e otras cositas más.
Ou por que você acha que o governo quis bloquear a CPI na Câmara?
Resta torcer para que as duas caixas pretas sejam totalmente devassadas. Vem muita surpresa por aí!

JEB

24.4.07

Dentista inglês urina na pia do consultório antes de tratar paciente


(Do Portal G1 – Globo)
Porcalhão não lavava as mãos nem colocava luvas. Ele ainda usava os instrumentos para limpar as unhas e o ouvido.
Um dentista britânico foi condenado na quinta-feira (5 de abril) por urinar na pia do consultório e por usar os instrumentos para tirar sujeira das unhas e cera do ouvido. Além disso, ele não costumava usar luvas nem lavar as mãos ao tratar os pacientes.
O tribunal médico que julgou o caso afirmou estar satisfeito com as evidências apresentadas contra o doutor Alan Hutchinson, de 51 anos. E concluiu que ele pôs em risco sua própria saúde, a de seus funcionários e a dos pacientes durante 28 anos.
Uma assistente, que trabalhou para o doutor Alan durante 16 anos, disse que flagrou o porcalhão urinando na pia mais de uma vez.
"Ele guardou algo em suas calças e rapidamente subiu o zíper. Eu estava atrás dele e na hora não liguei, mas quando ele se movimentou para a esquerda, senti o cheiro da urina", disse ela ao tribunal.
Os hábitos asquerosos do dentista foram considerados inadequados à prática da odontologia. Ele teve o registro cassado.
"Urinar na pia do consultório, não lavar as mãos e depois tratar o paciente - esse comportamento é completamente inaceitável", anunciou o presidente do tribunal antes de banir o "doutor nojeira" da profissão para sempre.

21.4.07

Crimes e "intelligenzia" policial (2)

Foto recebida, que mostra motoqueiros na Jamaica.
Lá, poucos usam capacetes de segurança.

O número de assaltos efetuados por motoqueiros é baixo, mas não há informação sobre o índice de acidentes...

Registro de frases bem sacadas (10)

“As mulheres precisam de uma razão
para fazer sexo.
Os homens só precisam de um local.”
Billy Crystal

20.4.07

O PAC 2 do governo

Está chegando o reajuste dos aposentados que ganham mais de um salário mínimo.

Pelo que se ouve falar nas “altas esferas” do poder, o reajuste deverá ficar mesmo em torno de 3,3%. Nada daqueles 16,2% que ficaram devendo em 2006 e nem mesmo os oito e pouquinhos por cento com que os aposentados contavam neste ano.

Então, parece que para deslanchar o PAC 1 (alguém sabe se já começou? Onde? Quando?), o governo criou o PAC 2 (PREJUDICANDO APOSENTADOS CONTINUAMENTE).

Que talvez ajude a alavancar o PAC 1.

Pobres aposentados.

JEB

Sem saída


18.4.07

O casamento perfeito (2)

"Minha mulher e eu fomos imensamente
felizes por 20 anos.
Aí nós nos conhecemos."
Rodney Dangerfield

17.4.07

Crimes e “intelligenzia” policial



Sabidamente, não temos pesquisas confiáveis no Brasil, principalmente em se tratando de assaltos. Nas grandes cidades, apenas parte dos cidadãos que sofrem algum tipo de violência tem a paciência de esperar o atendimento nas delegacias policiais para prestar queixa. Por vezes são mal atendidos – e falo isso de cátedra.

Entretanto, as notícias diárias dos meios de comunicação, nos dão conta da enorme quantidade de assaltos e assassinatos praticados por motoqueiros. E não só nas grandes cidades. Os delinqüentes agem sempre em dupla, um deles dirigindo a moto e o outro agindo na garupa, com arma na mão, ambos escondidos atrás dos tais capacetes obrigatórios e que na verdade parecem mais elmos de antigos guerreiros do que proteção em caso de quedas.

A “intelligenzia” policial parece não se dar conta: não toma nenhuma medida preventiva para solucionar o problema que se agrava a cada dia, dado o enorme número de motocicletas despejadas anualmente no mercado.

Um prefeito de alguma cidade do interior já deu o primeiro passo. Mesmo contrariando as normas de trânsito, proibiu que os motoqueiros da sua cidade usem capacetes escondendo os rostos. Neste caso, haveria uma solução para os mais precavidos: colocar aquele capacete protetor utilizado por ciclistas. Obviamente as autoridades do trânsito fizeram cara feia e ameaças.

Em outro país da América Latina, os motoqueiros e seus caronas são obrigados a usar um colete que mostre de forma bem visível os números da sua placa – se não combinarem, são detidos.

Aqui no Brasil, as tragédias se repetindo ano após ano, tudo continua igual. Não se fala a respeito, as autoridades policiais continuam a ignorar o tema. O que é que estão esperando para encarar esse problema de frente e (seria pedir demais?) de forma criativa?
JEB

16.4.07

12.4.07

83% para Lula. 3,3% para aposentados

Não é notícia de 1º de abril, o Dia da Mentira.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT), propôs um aumento de 82,8% no salário do presidente Lula - que passaria de R$ 8.885 para R$ 16.250, igual ao que será pago aos deputados e senadores. “Achamos mais do que razoável o presidente Lula ganhar igual a deputados e senadores”, disse Chinaglia, após reunião com integrantes da Mesa Diretora da Câmara.

Por outro lado, o índice de 3,3% de aumento para os aposentados, divulgado ontem pelo Ministério da Previdência, desagradou aos 8,1 milhões de segurados que ganham mais de um mínimo. Entretanto, com o dinheiro economizado, vai dar para aumentar os salários dos “nobres deputados”.

Do JT: “De acordo com o advogado Wladimir Novaes Martinez, especialista em direito previdenciário, o fator prejudica praticamente todos os benefícios liberados pelo INSS, pois achata os salários”.

Mesmo com as reivindicações dos aposentados, há quem defenda a posição do governo em conceder apenas a reposição inflacionária.

Em outras palavras, está criado um PAC paralelo: “Prejudicando Aposentados Continuamente”.

E por onde andará o Paulinho da Força, que se elegeu acenando com um aumento de mais de 16% aos aposentados em 2006? Os aposentados, pelo menos aqueles que ainda enxergam, estão a ver navios!



Julio Ernesto Bahr

10.4.07

A palavra e sua força de destruição

A Folha de Londrina publicou no domingo, 08/04, uma entrevista com o educador Virgílio Tomasetti Jr, diretor de conceituado colégio na cidade, versando sobre violência nas escolas. Infelizmente, o educador fez acusações e emitiu conceitos sobre o Rabino Henry Sobel, um tema absolutamente fora do contexto, em resposta à pergunta baixo:

Folha de Londrina: “Estamos vivendo uma crise de valores perenes?“
Virgílio Tomasetti Jr.: “Hoje os valores são efêmeros. Nem a própria família acredita nos valores. E as autoridades dão provas inequívocas de que eles próprios não têm vergonha na cara. O rabino maior do Brasil foi preso em Nova York roubando gravatas, quer dizer, o que faz um homem, que é um homem de Deus, que acredita no Velho Testamento, roubar gravatas? É difícil até para mim, que sou um homem de 55 anos de idade e de cabelos brancos, entender isso. Aqueles que deveriam ter os valores interiorizados, aqueles que são os condutores da sociedade são os que mais roubam e praticam crimes.”

Por conhecer o rabino Henry Sobel desde sua chegada ao Brasil nos anos 1970 e conhecer sua invejável biografia, enviei hoje (10/04) a seguinte carta à Folha de Londrina:

À Folha de Londrina:

É inconcebível que o Sr. Virgílio Tomasetti Jr., um educador com 55 anos de idade e cabelos brancos, como ele mesmo orgulhosamente afirma, coloque na entrevista uma comparação tão descabida e fora do contexto, apontando o rabino Henry Sobel como um simples ladrão. O educador demonstra total falta de informações a respeito:

1- O rabino Sobel não é o “rabino maior do Brasil.” Talvez seja o mais conhecido. Há vários rabinos no país tão ou mais importantes. Ele é o Presidente (momentaneamente licenciado) do Rabinato da Congregação Israelita Paulista. Citá-lo apenas como um ladrão de gravatas é, no mínimo, grosseiro.

2 – O educador deve ter faltado a alguma aula sobre ética e não aprendeu nada com o célebre e lamentável problema da Escola Base de São Paulo, quando equívocos e acusações falsas levaram à ruína a escola e seus proprietários. Por ora, o rabino está apenas na situação de suspeito no tribunal da Flórida (e não em Nova York). Seu caso ainda nem foi julgado.

3 – Médicos do Hospital Albert Einstein de São Paulo já emitiram um laudo, constatando que o rabino passa por transtornos comportamentais provocados por excesso de medicamentos. Reportagem da Revista Veja reitera essa versão.

4 – Uma lista de apoio ao rabino ( http://www.petitiononline.com/petsobel/petition.html
) começou a circular no dia 3 de abril e já conta com mais de 10.000 assinaturas, vindas de todos os pontos do país e até do Exterior.

5 - Certamente o educador desconhece a história do rabino, que foi um dos poucos, junto com o Cardeal Arns, que ousaram enfrentar os militares na época da ditadura, em especial no caso do jornalista Vladimir Herzog (Vlado).

6 – Temos netos no colégio do educador. Nossa expectativa é que aprendam, além do conteúdo da grade curricular, lições sobre ética, verdade e respeito humano, assegurando-se da veracidade dos fatos antes de emitirem conceitos ou denúncias infundadas que denigram a imagem de uma pessoa de bem, como fez o educador.

Julio Ernesto Bahr

Esta maré está pra peixes. Infelizmente.


6.4.07

Terminou bem!

A notícia da Folha on Line de hoje, 6/04, trouxe alívio aos ingleses: mostrou que o Tony Blair tem um bom controle emocional e não foi necessário dar uma de Maria Louca, invadindo o Irã para resgatar seus 15 militares:

“Reino Unido suspende operações no golfo Pérsico após crise com Irã

Após o fim de um impasse de 13 dias com o Irã, que terminou ontem com a chegada a Londres dos 15 militares britânicos que foram capturados pelo governo iraniano no dia 23 de março, o Reino Unido anunciou nesta sexta-feira a suspensão de todas as operações e patrulhamentos no golfo Pérsico. Os militares foram
detidos no golfo acusados de invadirem ilegalmente águas territoriais iranianas, o que o Reino Unido nega.”

Surpreendentemente, o presidente do Irã, aquele de nome difícil de pronunciar, deixou tudo por isso mesmo. E vai continuar brincando com sua energia nuclear, pois acha mais divertido ficar provocando o Bush.
JEB

5.4.07

O ato de escrever (10)

"Corrigir uma página é fácil,
mas escrevê-la, ah, amigo!
Isso é difícil."
(Jorge Luis Borges)

4.4.07

Mondo cane

É de verdade!!!

Pesquisa da ONU

A ONU decidiu fazer uma pesquisa em todo o mundo.

Enviou uma carta para o representante de cada país com a seguinte pergunta:

"Por favor, diga - honestamente - qual é a sua opinião sobre a escassez de alimentos no resto do mundo".

A pesquisa foi um grande fracasso. As razões:

- Os países europeus não entenderam o que era "escassez".

- Os africanos não sabiam o que era "alimento".

- Os cubanos estranharam e pediram maiores explicações sobre o que era "opinião".

- Os argentinos mal sabem o significado de "por favor".

- Os norte-americanos nem imaginam o que significa "resto do mundo".

- E o Congresso Brasileiro está até agora debatendo o que é "honestamente".