22.3.07

Reviravoltas



Surpreendentemente, poderá acontecer em breve tudo aquilo que ninguém imaginava: a invasão do Irã pela Inglaterra.

Quando se esperava a qualquer momento uma mobilização dos EUA para uma investida mais agressiva no Irã por causa do enriquecimento de urânio, eis que a marinha iraniana “confisca” marinheiros ingleses que estavam cumprindo sua missão de patrulhar o Golfo Pérsico, missão essa delegada formalmente pela ONU.

Se o Tony Blair perder sua tradicional fleuma e der uma de Maria Louca, veremos exército, marinha e aeronáutica ingleses executando um repeteco da invasão que os EUA promoveram no Iraque.

Tomara que nada disso aconteça. Vamos imaginar que os marujos ingleses recebam pedidos formais de desculpas, buquês de flores e tapetes persas de presente dos iranianos e que os iranianos anunciem sua desistência na produção de armas nucleares. Tudo ficaria em paz na região.

Mas como esse tipo de conflito sempre soma pontos politicamente para os donos do poder, é de se duvidar que qualquer um dos envolvidos amacie o tom de voz.

Vamos esperar.

JEB

Nenhum comentário:

Postar um comentário