8.12.06

Oba! É hora do comercial (2)

Julio Ernesto Bahr

Há alguns dias inseri no blog um texto sobre os comerciais que saíram dos intervalos comerciais das emissoras e se tornaram os próprios programas de tevê.


Quem estudou a matéria mídia nas faculdades no século passado (parece que foi ontem), precisou reciclar-se rapidamente. A publicidade nunca sofreu tantas inovações tecnológicas, nos veículos e nas formas de comunicação, como neste começo de século.

Hoje, tornou-se comum os amigos trocarem e-mails entre si, anexando filmes de comerciais de tevê que lhes despertaram a atenção. Eu mesmo tenho “n” megabites de comerciais arquivados no meu computador. Recebi, gostei, compartilhei e guardei para nova apreciação.

O site YouTube foi outra destas gratas novidades: milhares de comerciais de tevê, misturados com filmes e reportagens diversas, produzidas por profissionais e amadores, possibilita ao internauta tomar contato com o que de melhor (e também de pior) se faz no mundo da comunicação. Já são muitos os blogs e sites que inserem estes filmes em suas páginas, linkados diretamente ao YouTube.

A internet é uma caixinha de grandes surpresas. As empresas e agências de propaganda que souberem utilizar rapidamente seus recursos e suas constantes inovações estarão sempre à frente dos concorrentes. Pois as novas mídias da internet não podem ser desprezadas.

E quem chega antes sempre leva vantagem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário